5/4/2014 12:15

Verdão usará período sem jogos para caçar reforços e recuperar lesionados

Reunião nesta sexta-feira define planejamento do clube. Verdão só volta a campo na no dia 20 de abril, contra o Criciúma, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro

Brunoro espera reforçar o Palmeiras para a disputa do Brasileirão (Foto: Marcos Ribolli)


A inesperada eliminação do Palmeiras no Campeonato Paulista abriu um buraco na programação do clube. Ausente das finais do estadual, o time de Gilson Kleina terá duas semanas livres de treinamento antes da estreia no Brasileirão, marcada para o dia 20 de abril, às 18h30 (de Brasília), contra o Criciúma, no estádio Heriberto Hulse.

Nesta sexta-feira, uma reunião entre comissão técnica e a direção alviverde vai definir os próximos passos da equipe na temporada. A principal meta é a contratação de dois reforços: um lateral-direito para disputar posição com Wendel e um centroavante para a reserva de Alan Kardec.

Além disso, o clube quer chegar para o confronto em Santa Catarina com o departamento médico zerado – atualmente Fernando Prass, Valdivia, Wesley, Juninho, Alan Kardec, Diogo, Wendel, França, Bruno Oliveira e Thiago Martins se recuperam de lesões.

De olho no mercado, o Palmeiras estuda opções para reforçar o plantel. Douglas Tanque, do Penapolense, já foi elogiado por Kleina em entrevista coletiva.

Para José Carlos Brunoro, diretor executivo do Verdão, a manutenção da base e chegada de caras novas deixarão a equipe pronta para a disputa da competição nacional.

– O Campeonato Brasileiro é muito longo, e muitas equipes terão ajustes, principalmente na parada para a Copa do Mundo. Se não perdermos ninguém e conseguirmos trazer outros jogadores, poderemos fazer um grande torneio. Não vejo uma equipe como a do Cruzeiro no ano passado, que possa disparar tanto na tabela – afirmou.

Por outro lado, o período sem jogos foi bastante lamentado pelos atletas. Bruno César, por exemplo, foi contratado em janeiro e ainda luta para ter uma sequência entre os titulares do Verdão.

Substituto de Fernando Prass, Bruno reclamou do calendário, mas ressaltou a oportunidade de a equipe iniciar uma boa preparação para o Campeonato Brasileiro.

– É péssimo, nós queríamos jogar as duas finais do Paulista. Infelizmente não deu, e agora vamos ter de trabalhar forte visando o Brasileirão e a sequência da Copa do Brasil.

Serão duas semanas de treino, é tipo uma “mini” pré-temporada que tivemos em janeiro. Não é o que queríamos, mas temos de aproveitar da melhor maneira – disse o goleiro.

Depois de ver sua primeira tentativa de conquistar um título em 2014 fracassar, Marquinhos Gabriel ressaltou a importância do Brasileirão e da sequência da Copa do Brasil para o ano do centenário alviverde.

– Tem os dois lados da moeda. Nós vamos ficar treinando para não errarmos no Brasileiro e na Copa do Brasil. Mas também ficamos tristes por não disputarmos uma final no ano do centenário, porque precisamos ganhar alguma coisa – completou o meia.



Leia também: [ENQUETE] O Palmeiras deveria ceder para fechar com a Globo?

Leia também: Um é artilheiro, outro nem no banco: o saldo dos seis reforços do Palmeiras



2535 visitas - Fonte: GE

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias