8/5/2014 16:36

Mesmo filme no Palmeiras dez anos depois

Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação


Gilson Kleina não era o nome da diretoria no fim do ano passado e ficou por falta de opção e também por ser mais barato. A diretoria pagou o preço cinco meses depois e Paulo Nobre fez o mesmo que Mustafá Contursi dez anos depois.

A situação de agora é totalmente semelhante com o que ocorreu em 2004 com Jair Picerni. O treinador cumpriu o objetivo de subir com o time à divisão de elite e mesmo não sendo unanimidade ficou no cargo. Pois bem, caiu na semifinal do Estadual para o Paulista e o trabalho ficou em xeque. No dia 20 de maio sucumbiu depois de empatar com o Santo André por 4 a 4 na Copa do Brasil e ser eliminado no Palestra Itália.

A diferença é que agora a diretoria trocou o treinador antes da partida da volta contra o Sampaio Corrêa para, quem sabe, tentar evitar um vexame na competição nacional.



Leia também: [ENQUETE] O Palmeiras deveria ceder para fechar com a Globo?

Leia também: Um é artilheiro, outro nem no banco: o saldo dos seis reforços do Palmeiras



1797 visitas - Fonte: LanceNet!

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias