11/5/2014 16:59

Leandro vira 'júri do drible' e conta como superou obstáculos na infância

Convidado da Batalha das Quadras, atacante do Palmeiras escolhe o vencedor da batalha do drible, sobe ao palco e bate um papo com a garotada

Leandro observa a Batalha dos Dribles

Driblador nato, Leandro virou jurado na tarde deste domingo, quando visitou a Batalha das Quadras, evento de futebol promovido pela Nike. O MC Max B.O. organizou uma batalha dos dribles entre os garotos presentes no Parque do Povo, zona sul da capital paulista, e o atacante palmeirense escolheu Geres Mario como o vencedor da brincadeira.

- É uma satisfação receber o prêmio de um jogador profissional como o Leandro. Ele disse que gostava muito de brincar de futebol de rua na infância e driblar, e eu também gosto. O drible faz parte do futebol bonito, que o brasileiro ama - disse Geres, jovem de 19 anos que ganhou um prêmio da Nike por seguir à risca a campanha "Arrisque Tudo".

Na sequência, Leandro subiu ao palco e pegou o microfone para contar um pouco da sua trajetória ao público, formado por garotos de 15 a 20 anos que sonham se tornar um jogador profissional. O atleta que completa 21 anos nesta segunda-feira falou sobre os obstáculos que superou na infância em Brasília.

- A maior dificuldade foi em relação a transporte. Eu morava longe de onde treinava. Às vezes meu pai não tinha dinheiro para eu comprar a passagem do ônibus e pegava emprestado. Precisava pegar até quatro ônibus. Tinha vez que eu ia de bicicleta, era um caminho longo - contou o palmeirense.

Leandro revelou que chegou a desistir por um tempo, mas o incentivo do seu pai Carlos Moura o fez persistir na luta para triunfar no futebol.

- Parei por uns cinco meses porque estava cansado. Aí meu pai disse que, se eu não treinasse mais, teria de ajudar minha mãe a arrumar a casa. Então voltei rapidinho - afirmou, arrancando risos da plateia. - A motivação foi sempre meu pai, por todo o esforço que ele fez para eu jogar. Foi o meu grande incentivador - acrescentou.

O atacante revelado pelo Grêmio lembrou dos tempos em que gostava de bater uma bola na rua e incentivou os garotos a fazerem o mesmo.

- As amizades verdadeiras que tenho até hoje vieram daquela época. Quando vou para casa, nas férias, jogo futebol na rua, descalço, sem camisa. Cresci gostando de fazer isso. Agora que sou profissional, não posso me machucar, então eu faço umas palhaçadas, dou rolinho, carretilha.



VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos do Palmeiras da temporada

LEIA TAMBÉM:Confira a situação dos jogadores que podem chegar e sair do Palmeiras na pausa para a Copa América

LEIA TAMBÉM:Advogado do Palmeiras vê resultado de julgamento com “naturalidade” e diz que não teme Botafogo recorrer à Suíça

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>

2424 visitas - Fonte: LanceNet!

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias