12/3/2014 08:15

Brunoro vê papel social e vestibular para elenco na Copa do Brasil

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

O Palmeiras disputa as primeiras fases da Copa do Brasil em seu centenário com dois intuitos: dar a torcedores de cidades menores a chance de verem o time de perto e analisar o elenco para disputar o Campeonato Brasileiro, que terá nove de suas 38 rodadas antes da Copa do Mundo. Esse é o discurso de José Carlos Brunoro.

“Para o Campeonato Brasileiro, é outra história. Veremos o que precisamos, quem rendeu e quem não rendeu e as condições financeiras, que são sempre colocadas em primeiro lugar para cumprirmos nossos compromissos”, disse o diretor executivo, que não promete reforços, mas não os descarta.

“No futebol, todos pedem reforço. O mais difícil é o reforço no bolso”, sorriu. “Sempre digo que o grupo nunca está fechado, no futebol não existe isso. Às vezes, você faz uma contratação que acaba não dando certo, outras vezes existe um tipo de problema que precisa trocar o jogador. Quero deixar sempre melhor o grupo.”

Os jogadores são analisados de perto pelo dirigente. Brunoro acompanhou a delegação sem alguns titulares que venceu o Paulista no domingo, em São José do Rio Preto, e embarcou com os principais nomes do grupo para treinar em Cuiabá (MT), nessa terça-feira, e viajar para Rondônia à noite, onde a equipe enfrenta o Vilhena nesta quarta-feira.

A maratona, contudo, não é motivo de questionamentos do diretor. “Gosto muito da Copa do Brasil, é uma maneira de difundir o futebol pelo País. Tem muita coisa bacana nisso, não podemos ficar só reclamando”, ensinou.

“Muita gente é contra a Copa do Brasil porque tem muitos jogos, mas os times grandes têm um papel social de mostrar o futebol em todas as etapas. Os torcedores dos times grandes podem ver a gente de perto”, prosseguiu, ressaltando a preocupação com o primeiro torneio nacional do clube na temporada.

“Jogamos em São José do Rio Preto e demos descanso a uma parte do grupo para botarmos todos em condição de jogo. A Copa do Brasil precisará do elenco todo”, afirmou, dizendo conhecer e respeitar o rival da estreia. “Será um jogo bem difícil pelas condições e pela motivação do time do Vilhena, que estará muito motivado para ganhar da gente. O futebol é o único esporte que não tem favorito, mas iremos para vencer.”




LEIA TAMBÉM:[ENQUETE] Você concorda com o cartão amarelo dado a Felipe Melo no clássico contra o Santos?

2970 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias