11/1/2017 11:34

Com saída de Allione, Palmeiras se desfaz do último argentino da era Gareca

Negociação do meia com o Bahia faz elenco não ter mais jogadores trazidos no pacote de 2014

Foto: Werther Santana/Estadão

A saída do meia Allione do Palmeiras ao Bahia por empréstimo vai encerrar, mais de dois anos depois, uma das heranças da curta passagem do técnico argentino Ricardo Gareca. O atual treinador da seleção peruana trabalhou por 13 jogos no clube em meados de 2014, quando apostou na contratação de quatro jogadores compatriotas. Nenhum deles se firmou, e o último deles a deixar o elenco é justamente Allione.

O meio-campista, junto com o zagueiro Tobio e os atacantes Cristaldo e Mouche custaram juntos, à epoca da contratação, cerca de R$ 22,7 milhões. Os argentinos foram pedidos por Gareca tão logo o técnico assumiu o cargo. Porém, depois da demissão do comandante, em setembro de 2014, tiveram pouca sequência no Palmeiras, com problemas de lesão e sem muitas oportunidades com os técnicos seguintes.

Desses quatro, apenas Cristaldo, vendido ao futebol mexicano, não está mais vinculado ao clube – os demais estão emprestados. O atacante, contratado por cerca de R$ 8 milhões, saiu vendido por R$ 10 milhões com destino ao Cruz Azul na metade de 2016. A equipe já o emprestou no fim de dezembro para o Monterrey, do mesmo país.

O primeiro do quarteto de argentinos a deixar o Palmeiras foi o zagueiro Tobio, o único deles a vir de forma gratuita. O vínculo dele com o Alviverde vai até 2019. Ainda no meio de 2015 o defensor assinou contrato de empréstimo com o Boca Juniors por uma temporada. Ao fim desse período ele voltou aos treinos do time paulista, para depois renovar por uma temporada a permanência do time de La Bombonera.

O argentino seguinte a deixar o elenco foi Pablo Mouche, em janeiro do ano passado. O atacante teve a passagem pelo Palmeiras atrapalhada por uma lesão, que o obrigou a passar por cirurgia no joelho direito. A saída dele do clube foi por empréstimo ao Lanús, da Argentina, onde ficou seis meses. Depois, em julho do ano passado, o jogador firmou acordo para ficar um ano no Estrela Vermelha, da Sérvia. O argentino, que custou R$ 9 milhões ao Alviverde, tem contrato até 2019.

Já Allione foi liberado pela diretoria da reapresentação com o elenco na manhã desta terça, na Academia de Futebol. O meia, trazido por R$ 6 milhões, vai fechar empréstimo de uma temporada com o Bahia e, assim, fazer o elenco atual não ter mais nenhum dos quatro argentinos contratados por Gareca. O vínculo do jogador com o clube paulista também vai até 2019.

5568 visitas - Fonte: Estadão

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Antonia Campos     

Por causa do Allione fomos eliminados dentro de casa pelo Grêmio na copa do brasil, poderíamos ter avançado e alegado além do brasileiro a copa do Brasil! Então vá com Deus e espero que o Palmeiras na esteja pagando parte do salário dele!

graças a deus menos um lixo no palmeiras

Joao Tabata     

Tem que vender. Vai acabar se prejudicando. Terá prejuízo....

thiago marinho     

VOCÊ QUE NÃO ESTÁ SATISFEITO COM SUA OPERADORA DE TV.
ESTÁ PAGANDO CARO E TENDO POUCOS CANAIS.
NÓS TEMOS A SOLUÇÃO
QUALQUER LUGAR DO BRASIL
INFORMAÇÕES NO WHATSAPP 11949348549

thiago marinho     

VOCÊ QUE NÃO ESTÁ SATISFEITO COM SUA OPERADORA DE TV.
ESTÁ PAGANDO CARO E TENDO POUCOS CANAIS.
NÓS TEMOS A SOLUÇÃO
QUALQUER LUGAR DO BRASIL
INFORMAÇÕES NO WHATSAPP 11949348549

Só o Cristaldo que fez a diferença, jogou com raça e foi decisivo. Mouche e Tobio entraram de costas, sem vontade de se destacar. Alione ainda tentou, mas é muito inesperiente ainda. Boa sorte lá.

vá para o bahea e por favor ajude este time medíocre cair .

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias