11/1/2017 11:34

Com saída de Allione, Palmeiras se desfaz do último argentino da era Gareca

Negociação do meia com o Bahia faz elenco não ter mais jogadores trazidos no pacote de 2014

Foto: Werther Santana/Estadão

A saída do meia Allione do Palmeiras ao Bahia por empréstimo vai encerrar, mais de dois anos depois, uma das heranças da curta passagem do técnico argentino Ricardo Gareca. O atual treinador da seleção peruana trabalhou por 13 jogos no clube em meados de 2014, quando apostou na contratação de quatro jogadores compatriotas. Nenhum deles se firmou, e o último deles a deixar o elenco é justamente Allione.

O meio-campista, junto com o zagueiro Tobio e os atacantes Cristaldo e Mouche custaram juntos, à epoca da contratação, cerca de R$ 22,7 milhões. Os argentinos foram pedidos por Gareca tão logo o técnico assumiu o cargo. Porém, depois da demissão do comandante, em setembro de 2014, tiveram pouca sequência no Palmeiras, com problemas de lesão e sem muitas oportunidades com os técnicos seguintes.

Desses quatro, apenas Cristaldo, vendido ao futebol mexicano, não está mais vinculado ao clube – os demais estão emprestados. O atacante, contratado por cerca de R$ 8 milhões, saiu vendido por R$ 10 milhões com destino ao Cruz Azul na metade de 2016. A equipe já o emprestou no fim de dezembro para o Monterrey, do mesmo país.

O primeiro do quarteto de argentinos a deixar o Palmeiras foi o zagueiro Tobio, o único deles a vir de forma gratuita. O vínculo dele com o Alviverde vai até 2019. Ainda no meio de 2015 o defensor assinou contrato de empréstimo com o Boca Juniors por uma temporada. Ao fim desse período ele voltou aos treinos do time paulista, para depois renovar por uma temporada a permanência do time de La Bombonera.

O argentino seguinte a deixar o elenco foi Pablo Mouche, em janeiro do ano passado. O atacante teve a passagem pelo Palmeiras atrapalhada por uma lesão, que o obrigou a passar por cirurgia no joelho direito. A saída dele do clube foi por empréstimo ao Lanús, da Argentina, onde ficou seis meses. Depois, em julho do ano passado, o jogador firmou acordo para ficar um ano no Estrela Vermelha, da Sérvia. O argentino, que custou R$ 9 milhões ao Alviverde, tem contrato até 2019.

Já Allione foi liberado pela diretoria da reapresentação com o elenco na manhã desta terça, na Academia de Futebol. O meia, trazido por R$ 6 milhões, vai fechar empréstimo de uma temporada com o Bahia e, assim, fazer o elenco atual não ter mais nenhum dos quatro argentinos contratados por Gareca. O vínculo do jogador com o clube paulista também vai até 2019.

5334 visitas - Fonte: Estadão

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Últimas notícias