12/11/2017 15:52

Palmeirenses fazem protesto antes de jogo e chamam time de 'sem vergonha'

Centenas de torcedores do Palmeiras realizam um protesto na portaria da Academia de Futebol, centro de treinamentos do clube da Zona Oeste da capital paulista. Com a presença de mais de uma das torcidas organizadas do clube no local, as pessoas chegaram pouco depois das 14h e passaram a entoar cantos de protesto em relação aos jogadores e à diretoria. "Time de pipoqueiro", "time sem vergonha", "Mauricio (Galiotte, presidente do clube), c..., fora do Verdão", "não é mole não, muito dinheiro para pouca obrigação" e "se o Palmeiras não ganhar, olê, olê, olá, o pau vai quebrar" foram alguns dos gritos.


O Palmeiras já estava preparado para o protesto dos torcedores e reforçou a segurança no local, com grades na portaria do CT e mais homens responsáveis pela proteção aos jogadores. Apenas uma faixa da avenida Marquês de São Vicente foi liberada para circulação de carros - além da pista para os ônibus -, com todas as outras ocupadas pelos manifestantes.

A saída do ônibus ocorreu em clima hostil. Torcedores deram socos e pontapés e arremessaram pamonhas no veículo que trouxe o Palmeiras ao Allianz Parque. A delegação chegou ao estádio 15h40 (de Brasília). Edu Dracena relatou o receio vivido pelos atletas na saída da Academia de Futebol.


"Deu medo sim, claro. Mas isso é normal no futebol brasileiro, vimos ontem o que aconteceu lá com o Internacional [torcedores protestaram depois do empate contra o Vila Nova]", lamentou o zagueiro na chegada da delegação à arena.

Alguns jogadores foram alvos específicos de cantos ofensivos, como Egídio, Juninho, Mayke, Bruno Henrique, Tchê Tchê, Róger Guedes, Erik, Borja, Guerra, Jean, Deyverson e Michel Bastos. As manifestações mais efusivas foram em relação ao lateral-esquerdo Egídio ("olê, lê, olá, lá, se o Egídio não sair o bicho vai pegar"), mas o técnico Alberto Valentim ("Valentim, c..., fora do Verdão") e até mesmo o ex-técnico Cuca ("ei, Cuca, vai tomar no c...") foram lembrados, além de Galiotte ("p... que pariu, é o presidente mais omisso do Brasil") e Alexandre Mattos ("Mattos, c..., para fora do Verdão").

A diretoria foi hostilizada e ironizada no protesto deste domingo. Em duas barracas montadas na porta do CT, os palmeirenses penduraram bananas como reclamação à postura do presidente Mauricio Galiotte. Os torcedores ainda elaboraram uma lista de jogadores a serem dispensados: Egidio, Róger Guedes, Fabiano, Luan, Juninho, Antônio Carlos, Arouca, Michel Bastos, Deyverson, Bruno Henrique e Erik.

O protesto deste domingo, que contou com as faixas "Pipoca elenco", "Pamonha Cuca e Valentim", "Banana Galiotte" e "Fora Mustafá", não foi o primeiro realizado por torcedores em razão do momento do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Após a derrota para o Vitória, na quarta-feira, houve pichações em muros do Allianz Parque.

Nas mensagens escritas na bilheteria do Allianz Parque, o time é chamado "medíocre" e a presença de Felipe Melo é exigida entre os titulares. O meio-campista, inclusive, acabou poupado do protesto deste domingo, assim como Moisés, Fernando Prass, Edu Dracena, Dudu, Keno, Yerry Mina, que não tiveram os nomes citados.

O Palmeiras, quarto colocado na tabela do Campeonato Brasileiro com 54 pontos, entra em campo neste domingo, às 17h, contra o Flamengo, no Allianz Parque.

594 visitas - Fonte: UOL

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Cesar Hisasi     

Mancha Verde vai se fuder o Palmeiras não precisa de vcs.

esses caras que foram citados pra sair, concordo plenamente,mas eu daria uma chance p, michel bastos que foi queimado pelo Cuca,tambem daria uma chance p, tecnico Valentim.

Tá na hr de ganhar,Já passou da hr ..ou se não ganha todos os últimos jogos lenha esses pipoqueiro a porrada....

Walter Fonseca     

Concordo com o protesto desde que pacífico, mais tem uma coisa não foi só alguns jogadores culpados, os técnicos que passaram que passaram é mais esse tem muita culpa, pois falta ousadia pra escalar melhor esse time

José G S Neto     

parece coisa de Mustafá desesperado. Ele é quem sustenta esses vagabundos com ingressos. Quer o Verdão na série B pra manter o poder.

Sidney Messias     

tem.gue..Fazer. Isto. Mesmo.

Matheus Dias     

Esse protestosinho parece coisa de menina tão pegando muito leve

Igor Lira     

não quebrando tudo ta bom.... kkk
pq se quebrar o estágio eles não vão conserta né, vai sair do bolso do Palmeiras...
apesar que tem dinheiro, mas vai gastar mais dinheiro ainda....
e nessa lista aí falta mais jogadores ainda vamos abrir o olho verdão....

Mauro Pimpao     

time sem vergonha, ganhar hoje e é as próximas 4 é obrigação, senão o bicho vai pegar...

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias