14/11/2017 14:31

Palmeiras disputa o Brasileiro de tiro com arco com tradição de finais

O Palmeiras/Raycon disputa entre esta quarta-feira (15) e o próximo domingo (19) o Campeonato Brasileiro Adulto de Tiro com Arco, que será realizado no Centro de Treinamento da modalidade, em Maricá (RJ). O Verdão estará presente no principal torneio do país com oito atletas, em quatro categorias individuais e três por equipes. O grupo busca manter a longa tradição do clube de competir por medalhas em cada edição, feito que se mantém por mais de dez anos.


Este Brasileiro tem no total 153 arqueiros registrados, de 29 clubes de todas as regiões do país. O Alviverde tem o sexto maior plantel do certame, com oito participantes. Os palestrinos do arco recurvo são Sarah Nikitin – bronze em 2016 – e Magdiel Santos. Sarah terá 24 adversárias na categoria Recurvo Feminino, enquanto Magdiel, 56 rivais na Recurvo Masculino. Ambos também vão atirar nos combates por duplas mistas se ficarem entre os 16 melhores pares ranqueados dos 24 inscritos.

Com o arco composto, o Alviverde terá seis arqueiros. Isabella Tonão estará ao lado de 17 competidoras na classe Composto Feminino. Já Julio Cesar de Oliveira, Vilson Tonão, Fabio Tassinari, Rogerio de Lima (conhecido como Zero) e Luiz Paulo, o LP – grande novidade alviverde nesta edição –, terão 48 oponentes na Composto Masculino. Um deles fará dupla com Isabella e três vão compor trio por equipes. A formação da dupla mista e do trio masculino (16 e 14 inscritos, respectivamente) se dará pelas maiores pontuações individuais ou por decisão técnica.

Considerando apenas os 13 atletas de todo o atual elenco palestrino, além do técnico Alexandre Cesar e do diretor Miguel Cesar, que também já atiraram pelo clube, o Palmeiras disputou no mínimo uma medalha de bronze no Brasileiro desde 2008, ininterruptamente. Ao todo, esses palmeirenses participaram de 25 decisões de combates pelo primeiro ou terceiro lugares, faturando sete ouros, quatro pratas e nove bronzes. Sem contar as conquistas com ex-arqueiros e que anos atrás havia premiação aos primeiros colocados nos ranqueamentos – o que aumentaria demais a lista e anos de triunfos.

Última medalhista do Verdão, Sarah Nikitin veio de uma temporada intensa em 2016, sobretudo com a presença histórica nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, e em 2017 naturalmente dividiu as atenções ao tiro com arco com outras questões pessoais e profissionais, o que é uma realidade entre os arqueiros do país. Mesmo assim, a palmeirense está confiante em mais uma edição com bons desempenhos para o clube.

“Este é o primeiro ano de muitos que não me dediquei exclusivamente ao arco, então é uma sensação um pouco diferente. Não estou me cobrando para ter um resultado X, mas tenho expectativas de ir bem, sim, e acredito que posso disputar uma medalha. A equipe do Palmeiras sempre conquista medalhas nos campeonatos nacionais. Creio que este ano não será diferente, pois temos atletas muito bons. Também tenho a possibilidade de competir na dupla mista com o Magdiel. Ainda não conquistamos medalhas, mas costumamos ir bem”, afirmou Sarah, que é tricampeã brasileira e foi quarta colocada no Campeonato Nacional dos Estados Unidos desta temporada.

O Verdão terá duas novidades para este Brasileiro em relação a 2016. Uma delas é Julio, que não pode participar da edição passada por motivos pessoais e novamente soma à equipe com sua enorme experiência de conquistas pela Seleção Brasileira Paralímpica (no tiro com arco é perfeitamente possível um atleta paralímpico participar de um torneio olímpico e competir de igual para igual). O outro destaque palmeirense é LP, que disputará seu primeiro Brasileiro pelo clube e segundo na carreira. O atleta chegou ao time neste ano e já evoluiu consideravelmente seu desempenho.

“Estou extremamente ansioso porque, desde que você veste a camisa do Palmeiras, não importa a modalidade, as pessoas te olham diferente. Você carrega um peso maior, e a equipe de tiro do Palmeiras é uma das melhores do Brasil. Então, fazer parte desse time traz uma responsabilidade maior. A cada treino, a cada bate-papo, estou sempre aprendendo, e tudo isso impacta no resultado. Este vai ser um Brasileiro totalmente novo para mim por conta disso. Não estou esperando uma pontuação específica, mas a meta é passar para a segunda fase dos combates”, disse o arqueiro, que possui uma longa história representando o manto palestrino. LP é ex-jogador de futebol americano do Palmeiras Locomotives e preside o grupo desde 2009.

Modo de disputa

As regras e forma de disputa do Campeonato Brasileiro são as mesmas das principais competições outdoor do mundo. Todos os arqueiros realizarão uma fase de classificação, em que disparam 72 flechas, divididas em dois rounds de 36. A pontuação máxima são 720 pontos. Atletas de recurvo atiram a 70 metros de distância do alvo, e os de composto, a 50 metros. O ranqueamento das duplas mistas e dos trios se dá a partir da somatória de tentos individuais.

Nos combates, o primeiro colocado enfrenta o último; o segundo, o penúltimo, e assim por diante até as finais. Os duelos do arco recurvo ocorrem em sistemas de sets: vitória no set vale 2; empate, 1. Nos confrontos individuais, são três tiros de cada atleta por set (até cinco sets), e vence quem atingir 6 pontos. Nas duplas, são quatro tiros de cada dupla por set (até quatro sets), e a vitória é de quem somar 5 tentos primeiro. Já nos trios – que o Verdão não disputará – são seis tiros de cada equipe por set (até quatro sets), e também avança o time que acumular 5 pontos. Em caso de empate, há a flecha de morte (shoot-off), passando quem mais pontuar.

Os combates do arco composto acontecem em pontos corridos e número fixo de sets: cinco no individual e quatro nas duplas e nos trios. É vencedor quem fizer mais tentos. E também há flecha de morte se houver igualdade no placar.

Cronograma do Brasileiro

Quarta-feira (15): Treino oficial, inspeção de materiais e reunião de capitães
Quinta-feira (16): Classificatório e combates individuais e de duplas mistas de recurvo até semifinais
Sexta-feira (17): Classificatório e combates individuais e de duplas mistas de composto até semifinais
Sábado (18): Finais individuais de recurvo e composto e combates por equipes de ambos os arcos até semifinais
Domingo (19): Finais de duplas mistas e equipes de ambos os arcos

276 visitas - Fonte: Site Oficial

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

vamos meninas como força e fé dele verdão vamos Palmeiras eu aquedrito em vocês

em todas as categorias o palmeiras esta disputando as finais , menos no profissional com esta turma de burros comecando do presidente ate o tecnico!!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias