12/12/2017 08:58

Zé Roberto diz que sofreu preconceito por idade desde os 32: "Afronta virou desafio"

Ex-jogador revela que foi bastante questionado quando chegou ao Santos, mas que encarou desconfiança como motivação para provar o próprio valor: "Ainda tinha muita lenha para queimar"

Zé Roberto diz que sentiu preconceito desde os 32 anos (Foto: Reprodução)

Depois de pendurar as chuteiras aos 43 anos, o longevo Zé Roberto contou que vinha sendo questionado há mais de dez anos por atuar com a idade mais avançada. O ex-jogador participou do programa "Bem, Amigos!", nesta segunda, e revelou que usou a desconfiança como motivação para provar que ainda era capaz de manter o alto nível dentro de campo.

- A partir dos 32 anos, sempre fui questionado a respeito da idade. Quando terminei o meu contrato com o Bayern de Munique, disputando uma Copa do Mundo com 32 anos, entrando para a seleção da Copa do Mundo entre os 23 melhores, ganhando como melhor jogador em dois jogos da competição, fui contratado pelo Santos. Quando cheguei, com 32 para 33, eu fui questionado pela questão da idade. "Como o Santos pode contratar um jogador com 33 anos, fim de carreira?". Eu recebi como uma afronta. Aquilo me trouxe um novo desafio. Para muitos eu estava voltando ao Brasil para encerrar a carreira, para passar um tempo no cube, mas recebi como um desafio. Foi uma afronta no sentido de eu provar para os críticos que ainda tinha muita lenha para queimar.

Apesar da desconfiança que sofreu, Zé Roberto relembrou que conseguiu atuar por mais dez anos em três clubes e dois brasileiros, além de ter conquistado uma Copa do Brasil e um Campeonato Brasileiro depois dos 40 anos.

- Do Santos, fui contratado para o Bayern de Munique aos 35 anos. Fiz uma grande temporada e fui contratado para jogar no Hamburgo, com um contrato de dois anos. Joguei até os 37. O Hamburgo me ofereceu um contrato de mais um ano. Fui jogar no Catar pela proposta que me ofereceram, por um ano. Aos 38, voltei ao Brasil para jogar no Grêmio, onde fiquei até os 40. Do Grêmio vim para o Palmeiras, por uma nova gestão, novos conceitos no futebol, para jogar um ano. Joguei três anos. Com 41, 42 anos fui tricampeão da Copa do Brasil, com 42 anos campeão brasileiro. Poderia ir mais uns dois ou três anos, mas decidi parar - afirmou.

543 visitas - Fonte: SporTV

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

valeu Ze você e 10

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias