11/4/2018 13:09

É direito do Palmeiras pedir a anulação do jogo, mas se perder será gozado

Imagens comprovariam que o árbitro recebeu ajuda externa para tomar sua decisão e mudar pênalti marcado em Dudu

Estadão

O Palmeiras quer anular a decisão do Campeonato Paulista. Levou o caso para o STJD a fim de cancelar a decisão perdida para o Corinthians em sua casa, domingo, diante de 41 mil torcedores, todos seu. O comando do clube, baseado em imagens de vídeo do circuito interno do Allianz Parque, acusa a arbitragem do jogo de ter recebido interferência externa, de uma pessoa não autorizada, para anular o pênalti dado em Dudu, em lance disputado com Ralf. O juiz Marcelo Aparecido de Souza marcou a falta – ele estava dentro da grande área -, mas foi “convencido” por seus auxiliares, e outros, que a infração não aconteceu, e voltou atrás, dando escanteio. Houve revolta, o jogo ficou paralisado por sete minutos e parece que ele “ainda não acabou”.



Depois disso, o Palmeiras continuou pressionando o rival sem conseguir fazer o gol. O 1 a 0 para o Corinthians levou a decisão para os pênaltis e o Palmeiras teve duas cobranças defendidas por Cássio. Perdeu também nas penalidades (4 a 3) e deu adeus à conquista encaminhada na primeira partida, em Itaquera. O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, tirou o time de campo na hora da premiação e boicotou a festa da FPF no dia seguinte. Clube e entidade romperam as relações. Galiotte chamou o torneio de “Paulistinha”.

Agora, em dia de jogo da Libertadores, Galiotte e seus pares pedem a anulação da partida. O STJD vai analisar tudo isso. Ouvir pessoas envolvidas e tomar uma decisão. Em 2005, o mesmo tribunal de justiça desportiva anulou 11 partidas do Campeonato Brasileiro porque o árbitro Edílson Pereira de Carvalho foi pego em crime para forjar resultados e beneficiar apostadores, inclusive ele próprio, numa trama denunciada pelo imprensa, pela revista Veja, em matéria de André Rizek, que passou a seguir sites de apostas após a denúncia. Foi determinado que as 11 partidas manchadas fossem disputadas novamente. O caso foi chamado de “Máfia do Apito”.

O Palmeiras se apega ao fato de o juiz ter tido ajuda externa para tomar sua decisão. Não pode. Há tempos se desconfia desse tipo de procedimento na arbitragem. Se ela for, de fato, comprovada, o STJD pode sim pedir outra partida, a anular a de domingo e tomar o caneco do Corinthians. Como disse, não seria inédito. É um direito do Palmeiras brigar pelos seus direitos, ou pelo que acha justo em cima de imagens que acredita serem comprometedoras, cruciais. Se o tribunal entender de forma diferente, o Palmeiras será gozado pelos rivais talvez como nunca fora antes. A diretoria do clubes está pagando para ver.

Confesso que prefiro deixar as partidas que já acabaram no passado, na memória e na alegria ou dor no coração.

18654 visitas - Fonte: Estadão/Robson morelli

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

verdao porra

esse peste que está falando isso de gosado vai pra puta que um pariu miserável sai do nosso grupo aqui é verdao na veia





rapaz é certo q esse rapaz é corintiano
vai tnc só escreve meras to fora

luiz medeiros     

gozado, será a sua mae aquela cadela seu fdp !! um vagabundo , esse app só mostra os vômitos da mídia!!!

E cada uma heim kkk

matéria debochando do Palmeiras.
vai tomar no cú esse aplicativo do karalho!!!

não deveria pedir anulação, mas sim uma indenização por danos moraiz e prejuizos materiais, caso seja comprovado.

Caso seja anulada a partida acho pouco provável se tratando de Brasil , o verdao tem que dá um sacode no corinthians e deixar eles com a taça, depois mostrar realmente que em condições normais o corinthians não pode vencer o palmeiras.

Messias Alves     

esse safado é corintiano e tá querendo dizer que neste país que não está muito confiável politicamente se pode fazer o que quiser sem ser punição, se o jogo for anulado e o Corinthians ganhar jogando um jogo limpo méritos dele mas os envolvidos na maracutaia tem que ser punidos, banidos do futebol e presos é a única forma de acabar com a magia do apito.

Luis Guimaraes     

o cara demonstra desconhecimento...o recurso foi para o TJD. caso haja julgamento posteriormente cabe recurso ao STJD. são etapas.. E caso necessite outro recurso pode ir até conforme o caso para julgamento fora do país. isto sem falar na justiça comum.... Ira longe este processo...talvez anos...mas iremos até o fim dele onde necessario para limpar esta FPF desta quadrilha..

grupos família Palmeiras que quiser entrar chama 82991610227

Maicon Lázaro     

Alguém pediu a sua opinião? Então o ladrão pode roubar e vc não precisa mandar prender em nem fazer BO.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias