17/4/2018 09:53

Conmebol distribui 70% da renda da Libertadores para clubes: R$ 354 mi

Por FOX SportsA Conmebol

distribuirá 70% do dinheiro arrecadado com a Libertadores para os clubes em 2018 em um total de R$ 354 milhões. O restante será usado para operação e logística da competição. O percentual é levemente inferior ao que a UEFA costuma repassar aos times em relação às suas competições.



As informações constam do relatório financeiro da Conmebol de 2017 que detalhou também a evolução das receitas da competição e do repasse aos clubes. É a segunda vez que a confederação sul-americana divulga seus dados financeiros e do campeonato que era uma exigência antiga dos times sul-americanos.

Pelos dados divulgados, a receita da Libertadores teve uma evolução nos últimos três anos, embora longe do salto que vai se verificar no próximo ano. Em 2016, a renda estava em US$ 121 milhões (R$ 415,7 milhões), atingindo US$ 144 milhões em 2017. Houve um novo contrato de patrocínio neste período. A previsão para 2018 é de uma receita de US$ 148,2 milhões (R$ 505 milhões).

Houve um crescimento do valor repassado aos clubes, mas em volume menor do que o aumento de receita. Em 2016, os clubes ficaram com US$ 92,1 milhões (R$ 314 milhões). A previsão para 2018 é de que seja distribuído aos times US$ 103,850 milhões (R$ 354 milhões), isto é, 70% do total. Ressalte-se que, em quatro anos, as receitas dos clubes vão praticamente dobrar já que em 2015 era de US$ 52 milhões.

As cotas dos clubes em 2018 começaram por US$ 50 mil para clubes eliminados na primeira fase e que só disputaram dois jogos. Até o campeão que leva US$ 6 milhões, valor que é o dobro do ano passado.

A UEFA repassa aos seus times 73% das receitas obtidas com a Liga dos Campeões, Liga da Europa e Recopa. O volume de dinheiro, no entanto, é muito maior na Europa, atingindo 2 bilhões de euros.

Dentro da Conmebol, a alegação é justamente de que o percentual de distribuição é mais alto na UEFA porque há mais dinheiro para suportar os custos das competições. Lembre-se que a operação logística de jogos da Liga dos Campeões é mais cara. Mas, na América do Sul, houve aumento de gasto com a implementação do árbitro de vídeo a partir das quartas-de-final, além disso há gastos com passagens de árbitros e delegados.

Mas, pelo relatório da Conmebol, o total de despesas com a Libertadores foi de US$ 103 milhões em 2017. Assim, haveria uma sobra de US$ 31 milhões para a confederação sul-americana já que as receitas foram de US$ 144 milhões.

Para a temporada de 2019, o contrato da Libertadores de televisão vai pelo menos triplicar de valor atingindo um mínimo de US$ 350 milhões por ano, fora receitas de marketing. A promessa dentro da Conmebol é de que haverá aumento proporcional nas cotas distribuídas para os clubes, embora ainda não exista uma regra definida de como isso vai acontecer.

Há itens que podem aumentar as despesas da competição como a extensão do árbitro de vídeo para toda a competição. A final única também vai gerar despesa extra para organização, mas, em compensação, os clubes não terão mais logística da final.

1299 visitas - Fonte: Blog do Rodrigo Mattos

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias