21/4/2018 11:29

Neymar pai omite da CBF comissão ganha com Lucas Lima do Palmeiras

Com Danilo Lavieri

O agente Neymar da Silva Santos, pai do jogador Neymar Jr, omitiu da CBF boa parte ou até a totalidade dos seus ganhos com a comissão da contratação do jogador Lucas Lima pelo Palmeiras. É o que mostra o cruzamento de dados de relatório da confederação com o contrato da transação. Isso descumpre o regulamento da Fifa para agentes de jogador. O empresário nega qualquer irregularidade.



O blog mostrou que a maior parte dos empresários esconde da CBF os seus ganhos com comissões em transferências. Pelo regulamento de intermediários da confederação e da Fifa, é obrigatório para os agentes declarar valores obtidos com as transações. Os clubes só tem que informar o empresário que realizou a operação.

Pois bem, o relatório de intermediários da CBF mostra que o Palmeiras indicou que Neymar pai foi o agente responsável pela contratação de Lucas Lima. Consta da lista de cerca de 700 transferências divulgada pela confederação relacionada ao período de abril de 2017 a março de 2018.


Relatório da CBF mostra que Neymar pai foi indicado como agente da operação de Lucas Lima

O UOL Esporte teve acesso ao contrato da operação que mostra que a comissão ganha por Neymar pai foi de R$ 4 milhões. A informação foi confirmada por fontes do Palmeiras.

O regulamento de intermediários da CBF prevê que os agentes têm até 30 dias a partir do registro do contrato para informar suas comissões. Mas, no relatório da confederação, consta apenas como R$ 1,2 milhão de valores declarados pagos pelo Palmeiras a empresários. Ou seja, um montante bem inferior ao recebido por Neymar pai.


Relatório da CBF mostra que só foi declarado por agentes R$ 1,2 milhão em comissões pagas pelo Palmeiras

Pelo relatório da CBF, não é possível descobrir o empresário ou empresários que fizeram a declaração do R$ 1,2 milhão. Porém, mesmo que tenha sido Neymar pai quem declarou este montante, ele ainda estaria omitindo R$ 2,8 milhões recebidos pelo Palmeiras na transação.

O diretor de departamento de registros da CBF, Reinaldo Buzzoni, disse que não tinha conhecimento da situação do caso de Neymar pai. Mas reafirmou que, se houve comissão e não houve declaração, ele será notificado pela confederação. Segundo Buzzoni, o valor integral da comissão tem que ser declarado no prazo previsto pelas regras.

Neste caso, Neymar pai tem que informar o dinheiro ganho ou pode enfrentar um processo na Câmara de Resolução de Disputas que trata das questões da transferência. Pode sofrer sanções que vão da advertência ao descredenciamento. Ressalte-se que não houve nenhum descumprimento de regras por parte do Palmeiras que só tem que informar o empresário que atuou. O clube só pode receber um notificação para revelar valores.

Questionada, a assessoria da empresa N&N, de Neymar pai, respondeu que não há nenhuma irregularidade nas declarações de valores sobre o contrato de Lucas Lima: ''Todos os contratos respeitam as regras e normas da Confederação Brasileira de Futebol e foi o exatamente o que ocorreu nesta transação.'' A empresa não respondeu, no entanto, se informou seus ganhos à CBF.

7251 visitas - Fonte: Blog do Rodrigo Mattos

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Glaudson Bispo     

meu velho, o palmeiras tá fudido com esses bandidos.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias