13/6/2018 23:10

Com briga e seis expulsos no fim, Palmeiras e Flamengo empatam

Willian e Thuler fizeram os gols da partida no Allianz Parque, que acabou marcada pela confusão generalizada entre atletas dos dois times. O Verdão acabou com Moisés no gol

Foto: Fernando Dantas

Com uma briga generalizada entre jogadores no fim do jogo e seis expulsões, Palmeiras e Flamengo empataram em 1 a 1 no Allianz Parque. Este foi o último jogo dos dois times no Campeonato Brasileiro antes da pausa para a Copa do Mundo.



A confusão foi iniciada entre Cuéllar e Dudu, já nos acréscimos, e fez com que o Palmeiras terminasse com Moisés no gol, pois até Jailson acabou expulso. Três jogadores de cada time (dois em campo e um reserva) levaram o vermelho.

Embora tenha encerrado uma sequência de cinco vitórias seguidas, o resultado favorece o Flamengo, visitante e líder do campeonato com 27 pontos após 12 rodadas.

O Verdão, por sua vez, teve bons inícios em cada um dos tempos, mas não conseguiu definir o jogo nas chances que teve. A equipe de Roger Machado não perde há quatro jogos, só que os últimos dois foram empates após abrir o placar. Com 19 pontos, o time está fora do G4.

Bigode decisivo – de novo
A fase de Willian é especial. Mais uma vez, o atacante foi o jogador mais perigoso do Palmeiras e nos primeiros cinco minutos teve duas ótimas chances. Na primeira, cabeceou para bela defesa de Diego Alves; depois, teve pouco trabalho para completar o desvio de Bruno Henrique e, no pé da trave, abrir o placar. Sétimo gol dele no Brasileiro, o 13º no ano, já próximo de Borja, o goleador alviverde em 2018, com 15.



Verdão abafa; Fla sabe sofrer
Depois da pressão sofrida no início, o Flamengo conseguiu jogar e terminou a primeira etapa bem, inclusive criando chances perigosas, com Éverton Ribeiro, por exemplo. O enredo após o intervalo se repetiu: o Palmeiras teve duas chances para ampliar, com Willian e Edu Dracena, mas Diego Alves se destacou de novo. O abafa, assim, foi diminuindo.

Crias da Gávea em alta
Na noite que deve ter significado as despedidas de Felipe Vizeu (este já certo, rumo à Udinese) e Vinicius Junior (que pode se apresentar no Real após a Copa), foi outra revelação quem resolveu para o líder: o zagueiro Thuler, de 19 anos, aproveitou escanteio dado por Victor Luis para subir atrás de Thiago Martins e empatar. A virada quase veio com Vizeu e Vinicius, mas o primeiro parou em Jailson, e o segundo teve o gol evitado pelo próprio Thiago Martins.

Briga no fim do jogo
Quando o Palmeiras pressionava para achar o gol da vitória, o tempo fechou: Cuéllar, que havia entrado um pouco antes, fez uma falta dura em Dudu. Já irritado, o atacante empurrou o volante, dando início a uma confusão generalizada. Os dois que iniciaram a discussão acabaram expulsos, assim como Jonas, Jailson, Henrique Dourado e Luan, do Palmeiras – os dois últimos estavam no banco. Moisés foi para o gol, pois o Verdão já tinha feito três mudanças, e o árbitro Bráulio da Silva Machado não quis dor de cabeça: encerrou o jogo logo depois.

9792 visitas - Fonte: Lance!

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Eu trocaria fácil o Roger pelo Marcelo Bielsa, que está desempregado. Mas eu duvido que a diretoria vai enxergar isso. O Palmeiras do jeito que está pode cair pra qualquer time da Libertadores. Sem consistência nem regularidade.

Os dois últimos jogos do Palmeiras revelaram coisas imnportantes: o time tem um poder de machucar os adversários. Chega a ser letal. Mas a pressão que exerce sobre os adversários tem uma durabilidade curta. Dura entre 20 a 30 minutos. A seguir, o time cai de rendimento. Excessos de passes errados. Pressa em resolver jogadas. Bolas entregues ao time adversário. Se resistir, fim do primeiro tempo. No segundo, o mesmo potencial. 20 a 30 minutos de intensidade. Na sequência, cai de rendimento. Aí os adversários se aproveitam. Foi assim com Ceará e Flamengo. E tem sido assim. O time tem potencial para 50 minutos. Nos outros 40 é sufoco. É como se o time estivesse pronto para jogar um tempo apenas. E, mesmo assim, com intervalo de 15 minutos.Falta equilíbrio. Toque de bola. Cadenciar o jogo. Segurar o ritmo. Além disso, precisamos de zagueiros. Ontem, de novo, falha da zaga.

Os dois últimos jogos do Palmeiras revelaram coisas imnportantes: o time tem um poder de machucar os adversários. Chega a ser letal. Mas a pressão que exerce sobre os adversários tem uma durabilidade curta. Dura entre 20 a 30 minutos. A seguir, o time cai de rendimento. Excessos de passes errados. Pressa em resolver jogadas. Bolas entregues ao time adversário. Se resistir, fim do primeiro tempo. No segundo, o mesmo potencial. 20 a 30 minutos de intensidade. Na sequência, cai de rendimento. Aí os adversários se aproveitam. Foi assim com Ceará e Flamengo. E tem sido assim. Falta equilíbrio. Toque de bola. Cadenciar o jogo. Segurar o ritmo. Além disso, precisamos de zagueiros. Ontem, de novo, falha da zaga.

De novo no lado do Marcos Rocha. Pq ele nao atacou a bola no escanteio? Mts gols perdidos... meio sem criação

Time sem Comando. Insiste-se em um Jailson problemático e um Edu Dracena cansado. Se é um elenco enxuto, eu fico quieta...mas com um elenco caro desses é um absurdo isso. Pra mim já deu.

Time sem Comando! Insiste-se com um Jailson

O time está totalmente sem Comando....consiste-se

Precisamos de um tecnico, zaqueiros, meia armador, vai la compra o escarpa, lucas lima nao deixa nem no banco

Si todos os times jogar de preto e branco, não vamos ganhar de ninguém,virou tralma.

Esse Roger fica insistindo com o Lucas Lima, vai afundar nosso Verdão. Resolve logo essa situação do Scarpa e vamos voltar após a copa como verdadeiros candidato ao titulo

Com esse Roger Machado nao vamos ganhar nada

Para um time que consegue empatar com o poderoso Ceara, esse empate foi uma vitoria.

O

resolver o problema do Scarpa e que o nosso técnico mantenha o sangue nos olhos o jogo todo para que os jogadpres permaneçam acordados durante todo o jogo.

Na boa, gosto muito do Jailson, mais já está na hora de dar uma chance para o Prass ou para o Weverton. Hoje o Victor Luiz falhou feio. Temos que ger um zagueiro que chegue como titular, fechar o Scar

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias