4/11/2018 03:30

Líder do Brasileirão, Palmeiras vence Santos e garante vaga na Libertadores em 2019

Foto: Djalma Vassão

Pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras recebeu o Santos no Allianz Parque, na noite deste sábado (03), para disputa de um clássico movimentado. Em um jogo de muitos gols, o Verdão saiu na frente no primeiro tempo, com Dudu e Edu Dracena, levou o empate na segunda etapa, após Copete e Dodô marcarem, e conquistou a vitória por 3 a 2 na cobrança de falta de Victor Luis.


Com o triunfo, o time foi aos 66 pontos na tabela do Brasileirão e segue líder, com sete pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Flamengo. A equipe carioca enfrenta o São Paulo neste domingo (04) – a partida é uma das sete que completam a 32ª rodada.

O resultado no clássico garantiu matematicamente ao Verdão a vaga na Conmebol Libertadores de 2019. O Atlético-MG, sexto colocado e último na zona de classificação para o torneio, tem 20 pontos a menos do que o Palmeiras, diferença que não pode ser tirada nas seis rodadas restantes. Esta é a primeira vez na história que o clube disputa quatro edições seguidas da competição continental. Vale lembrar que o Alviverde já é o time brasileiro que mais vezes disputou a Libertadores em todos os tempos, ao lado de Grêmio e São Paulo (os três com 18 participações).

Levando em conta apenas os jogos válidos pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro, o Verdão é a equipe com mais pontos da competição nacional, com 33. O clube está invicto no returno, com nove vitórias e três empates até aqui. O segundo colocado é justamente o Santos, com 25 pontos.

Além disso, este foi o 17º jogo consecutivo de invencibilidade do Palmeiras no nacional. Agora, o time precisa de mais uma partida sem derrota para atingir os números da edição de 1997 (que, curiosamente, também foi sob o comando de Luiz Felipe Scolari). Em seguida, as maiores séries são de 1994 (23 duelos) e entre 1972 e 1973 (26 embates).

O próximo compromisso alviverde é no domingo (11), contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte-MG, na Arena Independência, às 17h. O duelo é válido pela 33ª rodada do Brasileirão.

O jogo

Contando com o apoio dos 38.938 torcedores presentes no Allianz Parque, o Palmeiras começou envolvendo o adversário. Foram duas chances claras de gol para a equipe de Luiz Felipe Scolari nos minutos iniciais: primeiro com Edu Dracena, que cabeceou por cima da meta aos dois, e, em seguida, com a boa finalização de Lucas Lima pela esquerda aos seis, defendida por Vanderlei. O Santos, por sua vez, parava na marcação iniciada ainda no campo de ataque.

E não demorou para o desempenho dos mandantes se refletir no placar. Aos 13, Jean recebeu lançamento de Weverton pela lateral direita, carregou para o meio de campo e achou Borja bem posicionado dentro da área. O colombiano girou e chutou forte. Vanderlei espalmou e, no rebote, Dudu balançou as redes. Foi o gol de número 54 do jogador pelo clube. Com esta marca, o camisa 7 se igualou a Vágner Love como o maior artilheiro do Verdão neste século. (Palmeiras 1 x 0 Santos)

Pouco depois, a forte chuva que começou a cair na capital paulista ajudou a esfriar o jogo. Os alvinegros tinham mais posse, mas não conseguiam superar o sistema defensivo palmeirense e levar perigo à meta de Weverton. Com a vantagem no placar, os jogadores de Felipão apostavam no contra-ataque e trocavam passes com tranquilidade quando tinham a bola.

Aos 39, Edu Dracena, que tinha cabeceado para fora no começo do jogo, teve mais uma chance de deixar o seu e não desperdiçou. Após cobrança de escanteio de Dudu, o zagueiro saltou, venceu a disputa com Dodô e mandou a bola no canto esquerdo de Vanderlei, sem chances para o goleiro, que nem pulou. Foi o primeiro gol do camisa 3 pelo clube. (Palmeiras 2 x 0 Santos)

O árbitro Braulio da Silva Machado apitou o final da primeira etapa aos 47 minutos. Scolari voltou do intervalo sem fazer alterações na escalação, enquanto o Santos voltou para o segundo tempo com Copete e Bryan Ruíz nas vagas de Rodrygo e Alison, respectivamente.

E foi do venezuelano a primeira finalização da etapa complementar. Copete ficou com o rebote após o chute cruzado de Derlis González, defendido por Weverton, mas furou e deixou a bola sair pela linha de fundo. O atacante, porém, teve uma segunda chance de diminuir a desvantagem no placar. Aos nove, o santista ficou com a sobra novamente, desta vez de Carlos Sánchez, após cruzamento de Dodô. O jogador não perdeu a oportunidade e completou no ângulo do goleiro palmeirense. (Palmeiras 2 x 1 Santos)

O Palmeiras ameaçou o gol de Vanderlei com uma cobrança de falta de Bruno Henrique, que passou raspando a trave e saiu pela linha de fundo. Os palestrinos, no entanto, não conseguiam repetir o desempenho dos primeiro 45 minutos.

Aos 19, após outro lance de confusão dentro da área, a bola sobrou para Dodô, que bateu por baixo de Weverton e deixou tudo igual no Allianz Parque (Palmeiras 2 x 2 Santos). Depois do empate, Felipão fez sua primeira substituição e colocou Felipe Melo no lugar de Lucas Lima.

Apesar da maior dificuldade no segundo tempo, os alviverdes não se deixaram abalar pelo empate santista. Aos 25, Victor Luis cobrou falta com muita força. A bola desviou em Derlis González e passou por Vanderlei, que não conseguiu fazer a defesa, para o fundo do gol. (Palmeiras 3 x 2 Santos)

Aos 28, Jean foi substituído por Alejandro Guerra. Com a mudança, Thiago Santos passou a ocupar a lateral-direita. Pouco depois, Diego Pituca acertou cotovelada em Gustavo Scarpa, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Com um jogador a menos, o time do litoral passou a oferecer menos perigo para a defesa do Verdão. O Palmeiras deixava o adversário com a bola, mas controlava bem o jogo.

Antes do apito final, o comandante palestrino ainda colocou Deyverson na vaga de Borja no ataque, aos 42. Apesar do cansaço nos minutos finais da partida, o Palmeiras conseguiu segurar a vantagem no marcador até o apito final e conquistou sua 19ª vitória no Campeonato Brasileiro.

2118 visitas - Fonte: Site Oficial

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Vamos buscar essa Libertadores ano que vem!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias