18/11/2018 09:04

Em confronto com o Paraná, Verdão mira melhor campanha de turno e colocar mão na taça

Foto: Ale Cabral/AGIF

A possibilidade de conquistar o Campeonato Brasileiro de forma antecipada foi adiada por pelo menos mais uma rodada, mas o Palmeiras ainda está em posição confortável para levar o título pela décima vez. O time alviverde enfrenta o Paraná neste domingo (18), às 17h (de Brasília), no Estádio do Café, em Londrina, com a possibilidade de colocar a "mão na taça" e ainda superar um recorde histórico obtido pelo rival Corinthians no ano passado.



Se vencer o já rebaixado Paraná, o Palmeiras no mínimo manterá os cinco pontos de vantagem que tem sobre o vice-líder Internacional, que pega o Botofogo no mesmo horário. Como restarão apenas três rodadas na disputa, só um desastre tiraria a taça do Verdão na reta final nesse cenário. Caso o Inter tropece, aliás, há a possibilidade de ser campeão já na próxima quarta-feira (21), diante do América-MG, no Allianz Parque.

A impressionante regularidade palmeirense sob o comando de Felipão no Brasileiro é mais um ingrediente para deixar o torcedor otimista. Caso não perca do Paraná, o Palmeiras chegará a 20 jogos sem derrota e se isolará como o dono da maior série invicta da história dos pontos corridos, superando o Corinthians do ano passado, que somou 19 rodadas consecutivas sem perder.

Para conquistar esses objetivos, Felipão deverá ter um time bastante modificado em relação ao que venceu o Fluminense por 3 a 0 na rodada passada. Dando sequência ao rodízio que implantou no clube desde sua chegada, o treinador deve mudar mais de meio time, dando oportunidade ao retorno de atletas como Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena, Victor Luís, Felipe Melo e Deyverson, que volta de suspensão.

A principal dúvida está no setor de armação. Lucas Lima jogou contra o Fluminense, mas Moisés está liberado pelo departamento médico após se recuperar de uma entorse no tornozelo e tem chances de aparecer. Outro atleta livre de problemas físicos que volta a ficar à disposição é Hyoran, que deve começar no banco.

"Eu vinha fazendo isso (rodízio). Eu vinha jogando dessa forma", disse Felipão. "Para o jogo do Paraná lá em Londrina nós vamos trocar no mínimo cinco ou seis jogadores de novo. Agora eu tenho tempo para não jogar quarta, domingo, quarta, domingo. Agora a gente pode organizar e ter o cuidado que temos que ter com lesões e cartões, porque é reta final".

Mesmo com o adversário já rebaixado, o Palmeiras tomou todos os cuidados no discurso ao longo dos últimos dias para tratar o jogo contra o Paraná como uma "final". Com a possibilidade de manter a dianteira no Brasileirão, preparar o cenário para ser campeão em casa e ainda quebrar um recorde do maior rival, a postura de Felipão e companhia é bem fácil de entender.

1020 visitas - Fonte: UOL

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Meu verdao sera csmpeao novamente ho ho ho o palmeiras e campeao dinovo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias