23/3/2019 12:25

Verdão testa força da defesa, em decisão com mudança de peças

Foto: Agência Palmeiras/Divulgação

Neste sábado, às 17h, em Novo Horizonte, o Palmeiras faz seu primeiro jogo decisivo na temporada, abrindo os confrontos pelas quartas de final do Campeonato Paulista diante do Novorizontino. E a principal arma para ter um bom resultado de olho na volta, na terça-feira, no Pacaembu, é bastante conhecida: o poderio defensivo dos comandados do técnico Luiz Felipe Scolari.



O Palmeiras é quem menos sofreu gols no Estadual: foram apenas cinco em 12 rodadas. Na temporada inteira, são somente cinco em 14 partidas, representando o melhor início neste quesito nos últimos 30 anos - a equipe de 1989 foi vazada três vezes nos 14 compromissos iniciais. O diferencial do quesito é que, em 2019, Felipão não conseguiu manter duplas de zaga.

Faz exatamente um mês que o treinador é obrigado a se alternar entre Antonio Carlos, Edu Dracena e Gustavo Gómez, com direito até a uma inesperada chance para Vitão, vindo das categorias de base. O principal motivo é a lesão de Luan, que sofreu um estiramento na coxa esquerda no 0 a 0 diante do Santos, em 23 de fevereiro, e está em fase final de recuperação. Mas a filosofia de proteção ao goleiro, seja Weverton, Fernando Prass ou Jailson, não muda.

- É o trabalho do professor Felipão desde o ano passado, batendo na tecla de que não sofrer gol é importante. Comigo, Gustavo (Gómez), Luan, Edu (Dracena), Vitão, Juninho, a meta é essa. O professor bate na tecla que, não tomando gols, é mais fácil obter o resultado. O professor Paulo (Turra, auxiliar) e o Carlão (Carlos Pracidelli, auxiliar) trabalham muito a linha para nos ajudar a não sofrer gols - declarou Antonio Carlos.

Neste sábado, Antonio Carlos volta a jogar com Edu Dracena, dupla que Scolari montou no ano passado. Faz cinco partidas que eles não atuam juntos - a última vez foi na vitória por 3 a 2 sobre o Ituano, no último dia 27. Nesse período, Gustavo Gómez, desfalque por estar com a seleção paraguaia, foi escalado quatro vezes, enquanto Dracena entrou ao lado de Vitão na quarta-feira, no 1 a 0 diante da Ponte Preta, porque Antonio Carlos estava suspenso.

Contra esse poderio, o Novorizontino terá de se superar. Ao lado do Corinthians, a equipe é a que menos balançou as redes entre os classificados para as quartas de final: fez somente dez gols em 12 rodadas. No entanto, não é um time facilmente batido, sendo o terceiro que menos perdeu no torneio, com duas derrotas (igual à Ferroviária e atrás de Red Bull e Palmeiras, que sofreram somente uma na primeira fase do Estadual).



O Palmeiras chegou às quartas de final do Campeonato Paulista com 25 pontos, ostentando a segunda melhor campanha geral (dois pontos atrás do Red Bull) e a liderança do Grupo B. O Novorizontino ficou em segundo lugar na chave, com 20 pontos. A volta será às 21h de terça-feira, no Pacaembu, já que o Allianz Parque receberá shows de Paul McCartney na próxima semana.



Leia também: [ENQUETE] O Palmeiras faz certo em poupar Ricardo Goulart contra o Melgar?

Leia também: Já é top 50 em jogos e top 40 em gols: veja onde Dudu pode chegar em 2019



852 visitas - Fonte: LANCE!

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Felipao fez bestera e te tirado rafael veiga

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias