11/4/2019 10:56

Mancha Alviverde repudia pedradas e fala em “pré-julgamento da mídia”

Foto: Divulgação

Na manhã desta quinta-feira, a torcida organizada Mancha Alviverde seguiu o que fez a diretoria do Palmeiras na madrugada da última quarta e repudiou o ataque com pedras e garrafas ao ônibus que transportava a delegação da Academia de Futebol para o Allianz Parque antes da partida contra o Junior Barranquilla, nesta quarta-feira, pela Copa Libertadores.

Em nota divulgada no Facebook, a Mancha afirmou que não compactua e não possui envolvimento no episódio da última quarta-feira. Além disso, disse não aceitar “esse pré-julgamento feito pela mídia e sociedade de acusar sem provas e sempre envolver o nome da nossa entidade”. Por fim, pediu respeito por parte dos jogadores do Palmeiras e tratou o elenco atual como “pipoqueiro”.



“Começamos o ano totalmente errados e, se a diretoria, comissão técnica e jogadores não mudarem a postura, quem vai sentir as “pedradas” das derrotas e eliminações vexatórias esse ano será a torcida. Que esse elenco pipoqueiro, que coleciona inúmeras eliminações nos últimos anos no nosso estádio, comece a jogar bola e respeite a nossa camisa. Continuaremos apoiando e incentivando a S. E. Palmeiras”, escreveu a entidade na publicação.

No mesmo post, a Mancha Alviverde elenca forma de protestos lideradas por seus representantes ao longo dos últimos anos, como o “dossiê contra o Mattos”; “protesto pamonha e pipoca”; “cobranças e protestos contra a diretoria atual através de notas oficiais e conversas pessoais”; “cobrança contra o aumento do Avanti e preço dos ingressos” e “conquista do ingresso a preços populares”.

1xbet Portugal

A reportagem teve acesso às imagens do ocorrido, que mostram o momento do ataque. Uma das pedras quase acertou o diretor Alexandre Mattos e alguns jogadores. Líderes do elenco, inclusive, foram às lágrimas no vestiário antes da partida. Em campo, a equipe superou os colombianos do Junior de Barranquilla por 3 a 0, com gols de Deyverson, Dudu e Hyoran.



Na última quarta-feira, os protestos contra a equipe do Palmeiras começaram ainda de manhã, com os muros da Academia de Futebol amanhecendo pichados com mensagens pedindo a saída de Leila Pereira e de Miguel Borja. Já antes de a bola rolar, a Mancha Alviverde entoou gritos chamando a equipe de “pipoca”, “time sem vergonha” e afirmando que a “Libertadores virou obrigação”.



VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos do Palmeiras da temporada

LEIA TAMBÉM:Confira a situação dos jogadores que podem chegar e sair do Palmeiras na pausa para a Copa América


LEIA TAMBÉM:[COMENTE] Demora e instabilidade nas decisões... Para você o VAR deveria ser mantido para a próxima temporada? (

3807 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Paulo Sergio     

issi e servico de gambás.

O Paulo Nobre foi o nosso melhor presidente, mas pelo que sei, ele e um grande acionista do Itau

Eu ate acho que nao, a midia quer ver o circo pegar fogo, ou se esquecem que a maioria e gamba fedorento e bambi, senao trabalhando na rede Globo. Menos oNeto, esse e um bosta mesmo

José Candido     

Isso é coisa do MUSTAFÁ GAMBA LADRÃO

Se o Paulo Nobre e o Mustafa não estão nem ai com a vida ,porque estão patrocinando o ITAU ???

Sonia Luz     

Quando será que esse sapo boi vai parar de respirar meu Deus!

Sonia Luz     

Quem dúvida que os derrotados na última eleição não estejam por trás disso.

Nada justifica à atitude destes falsos torcedores. Estes são bandidos e não palmeirenses. Devem ser tratados como bandidos pela policia. O torcedor tem direito de cobrar e se manifestar dentro do estádio. Aliás ele paga pra ver o time jogar e se esforçar obtendo resultados positivos, mesmo que não venha. Tem jogador no elenco que não tem sangue na veia. Isto nao significa dar porrada, mas sim empenho. E são muito bem pago pra isso.

Acho que esses imbecis que apedrejaram o porco móvel estavam tentando tumultuar o ambiente para atender interesses de terceiros

Roberto Tolin     

Isso foi meia dúzia de vagabundos desocupados, pau mandado da oposição. Podem ter certeza que foi coisa do sapo boi (Mustafá), aproveitando o momento pra desestabilizar ainda mais, com isso, voltar ao poder. Esses vagabundos não são palmeirenses. Protestos e cobranças são na arquibancada com vaias, não com violência. Isso não leva a nada, apenas a mais derrotas e frustrações. Bando de arruaceiros.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias