23/4/2019 15:50

Respondendo críticas, Weverton diz que trabalho do Palmeiras é incontestável

Atual campeão brasileiro, o Palmeiras começou a temporada de maneira frustrante. Dentro de campo, as atuações no Campeonato Paulista e, até agora, na fase de grupos da Copa Libertadores passaram longe de encher os olhos da torcida, que exige um desempenho à altura do investimento feito pela direção do clube. O goleiro Weverton, porém, discorda das críticas e faz questão de afirmar que o trabalho feito até o momento é incontestável.



“Essa questão de jogar bem ou mal é uma análise de cada um, individualmente. Penso que o trabalho que está sendo feito é incontestável, por tudo o que estamos fazendo. Se olhar os números, não tem o que discutir.



A gente está fazendo nossa parte, estamos nos dedicando e estamos sendo protagonistas em todas as competições. A gente queria estar na decisão (do Paulista), mas nossos adversários também. Futebol é isso. Não dá para achar que a gente vai ganhar tudo, que vamos bater em todo mundo”, apontou, em coletiva de imprensa, nesta terça-feira.

Apesar do alto investimento e do elenco ‘recheado’, pelo menos em comparação ao nível médio do futebol brasileiro, o arqueiro afirma que o Verdão não tem obrigação de derrotar todos os oponentes que enfrentar. Para ele, a obrigação está em disputar o título de todas as competições da temporada.

“Não vejo o Palmeiras jogando mal. Vejo o Palmeiras efetivo, sempre em busca da vitória. Muito se fala, por a gente ter um grande investimento, que a gente tem a obrigação de sair ganhando de todo mundo e dar espetáculo. O objetivo é vencer os jogos e ganhar campeonatos. Vai começar o Campeonato Brasileiro e tem 20 times com o mesmo objetivo. Por que só o Palmeiras tem que dar espetáculo?”, completou.

Mesmo em condições de ir longe em todos os campeonatos, o Palmeiras tem como grande objetivo do ano a Copa Libertadores, pela qual, por sinal, entrará em campo nesta quinta-feira. Em Arequipa, no Peru, Weverton e companhia visitam o Melgar, pela quinta e penúltima rodada do Grupo F. Um empate garante o Verdão no mata-mata. No Estádio Monumental de UNSA, a bola rola a partir das 23h (no horário de Brasília).




Palmeiras, verdão, Weverton



LEIA TAMBÉM:Fabio Luciano, da ESPN, critica a postura de clubes brasileiros: 'Vocês estão entregando títulos para o Palmeiras'

1869 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Ele nem deveria ta no Palmeiras goleiro palha de banana se fosse outro dos nossos goleiros seriamos campeão da libertadores de 2018 mais com.esse mso de alfaces o boca todas que chutava esse fragueiro aceitava

Ninguém e obrigado dar espetáculo, tem razão, cono Luan tbm reclamou, com razão das cobranças. Mas, ingresso a 150, 250, e so no Alians, salarios desse tamanho e em dia, e so no Palmeiras, entao, volta com salario antigo do APR. Se pago Circo de Soleun, nao quero assitir Circo Portugal. Não tem bobo, nem com muito amor

Ta de brincadeira, entao é desclassificado nao fez um gol, e trabalho é incontestável.

José Candido     

Sou mais Fernando Prass

Drausio Filho     

Na verdade a Diretoria é a culpada, da carta branca pra contratar qualquer pé de rato ( jogador médio/ruim) paga um dinheirão, faz um contrato exorbitante com esses caras e eles se acham, jogadores normais ganhando salários de craques, nesse elenco não tem nenhum craque e todos jogadores e comissão técnica ganham muito mais do que merecem, não querem ser cobrados!!?? devolvem 70% doque vcs ganham pro cofre do time...simples assim. Diretoria, comissão técnica e jogadores.... corja de mercenários.

Esses caras tinham de ser mais humildes, ganham horrores e jogam uma bolinha de merda, sim culpa do técnico, mais os jogadores também dão motivos pela falta de vontade e disposição

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias