24/4/2019 11:32

Já é top 50 em jogos e top 40 em gols: veja onde Dudu pode chegar em 2019

Foto: Divulgação

Dudu pode até ter ouvido críticas de parte da torcida neste começo de ano, mas já atingiu marcas histórias, como a presença entre os 50 jogadores com mais partidas pelo Palmeiras e, também, como um dos 40 maiores artilheiros. Ainda nesta temporada, o camisa 7 pode chegar ainda mais longe.

Campeão brasileiro em 2016 e 2018 e da Copa do Brasil de 2015, Dudu acumula no Verdão 246 partidas, 58 gols marcados e 60 assistências dadas. Já lidera as principais marcas no Allianz Parque e, também, o posto de jogador que mais balançou as redes pelo Palmeiras no século.

O LANCE! analisou os melhores e piores números nas quatro temporadas completas de Dudu no clube e apontou as marcas que pode atingir em 2019:



NÚMERO DE PARTIDAS NA HISTÓRIA

Ao enfrentar o colombiano Junior Barranquilla, no último dia 10, fazendo um gol e dando assistência na vitória por 3 a 0, Dudu entrou no Top 50 de atletas com mais jogos pelo clube, igualando os 246 de Evair, um dos maiores ídolos da história palmeirense. O camisa 7 se isolará no grupo ao enfrentar o Melgar, no Peru, nesta quinta-feira. E deve ir mais longe.

O atacante já atuou 18 vezes neste ano. Se repetir a sua temporada menos frequente em campo no Palmeiras, com 53 jogos em 2016 e 2017, Dudu atuará em mais 35 partidas em 2019. Assim, atingirá a marca de 281 jogos pelo clube, alcançando a 38ª posição no ranking histórico.

Caso iguale a temporada em que mais esteve dentro de campo no Palmeiras (66 jogos, no ano passado), Dudu atuará mais 48 vezes, chegando a 294 partidas pelo clube, garantindo o 34º lugar entre os que mais vestiram a camisa do Verdão - Ademir da Guia é o líder no quesito, com 902 jogos.

ATLETA DO ELENCO COM MAIS JOGOS

Nesse ponto, há uma disputa particular com Fernando Prass, único do plantel com mais atuações do que Dudu. A diferença entre o goleiro, que tem duas temporadas a mais, e o atacante é de 24 partidas. Mas pesa a favor do camisa 7, de 27 anos, para o colega de 40 ser fundamental na equipe do técnico Luiz Felipe Scolari, enquanto o camisa 1 se reveza com Weverton e Jailson.

Se Dudu repetir sua temporada menos constante, atuando mais 35 vezes em 2019, precisará que Prass atue no, máximo, em mais dez oportunidades para ultrapassar o goleiro. Caso o camisa 7 iguale seu ano com mais partidas, estará em mais 48 jogos, precisando que o goleiro esteja em, no máximo, mais 23. Olhando o histórico do camisa 1, ele só atuou menos de 30 jogos em uma temporada no clube em 2018.

ARTILHEIROS

Ao balançar as redes diante do Junior Barranquilla, Dudu chegou a 58 gols e igualou-se a Gino Imparato, atacante e um dos ídolos que defendeu o clube nos anos 1930, ainda sob o nome de Palestra Itália, e Rinaldo, ponta-esquerda que foi titular da Primeira Academia, nos anos 1960.

Caso repita a temporada em que menos balançou as redes pelo Palmeiras, com nove gols em 2016, fará mais seis neste ano, chegando a 64 gols pelo clube e, automaticamente, ao posto de 34º maior artilheiro do Verdão. Se igualar o ano em que mais marcou (16 em 2015 e 2017), balançará as redes mais 13 vezes, acumulando 71 gols pelo Palmeiras, firmando-se em 31º lugar no quesito - Heitor, com 317 gols, é o líder.

LIBERTADORES

Dudu chegou a 26 partidas pela Libertadores, dividindo com o zagueiro Cleber, campeão do torneio de 1999, a oitava posição entre quem mais defendeu o Palmeiras na competição. Nesta quinta, contra o Melgar, no Peru, deve igualar as 27 do volante Rogério, também presente no título de 20 anos atrás.

Se o Verdão empatar, já se garante nas oitavas de final, dando ao atacante a chance de ultrapassar o volante Dudu e o meia Ademir da Guia, que somaram 29 partidas em atuações no torneio nos anos 1960 e 1970, e igualar as 30 do volante César Sampaio, capitão do time de 1999. Porém, nem se o Palmeiras chegar à final, assegurando mais dez jogos, será possível o camisa 7 igualar ou ultrapassar os líderes no quesito: o volante Galeano (38 jogos), o meia Alex (39) e o goleiro Marcos (57), todos campeões continentais há 20 anos.



ALLIANZ PARQUE

Dudu é o líder dos principais quesitos no Allianz Parque: jogador que mais atuou (106), venceu (75), fez gols (28) e deu assistências (27). Só tende a ampliar a vantagem. Mas impressiona a comparação desses números individuais a estatísticas gerais do estádio inaugurado em novembro de 2014, com só dois jogos realizados antes da contratação do camisa 7, em janeiro de 2015.

Dudu esteve em 106 das 133 partidas do Palmeiras na arena (79,69%) e em 75 das 87 vitórias (86,2%). Participou diretamente ainda de 55 (somando gols e assistências) dos 246 gols do clube no Allianz Parque, representando 22,35% - na média, a cada cinco vezes que o time balançou as redes na casa, ao menos uma teve participação do atacante. O camisa 7 ainda fez 11,38% dos gols do Verdão no estádio - na média, a cada dez gols do clube no local, um é dele.



LEIA TAMBÉM:Fabio Luciano, da ESPN, critica a postura de clubes brasileiros: 'Vocês estão entregando títulos para o Palmeiras'

1962 visitas - Fonte: Lance

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Numeros nao leva ninguem pra seleção . Esta montanha russa de sobe e desse vai deixar ele fora da seleção. Será que está jogando de forma errada?

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias