14/7/2019 07:45

Felipão considera empate bom resultado e elogia zaga do São Paulo

Treinador do Palmeiras diz que o 1 a 1 com o Tricolor no Morumbi foi um resultado positivo diante do fato de a equipe disputar três competições simultaneamente

(Foto: Marcello Zambrana)


O Palmeiras saiu atrás no placar, mas conseguiu arrancar um empate, no segundo tempo no clássico com o São Paulo, neste sábado. O time manteve a invencibilidade no Brasileirão, mas o resultado diminuiu a diferença para o segundo colocado, Santos, para apenas três pontos. Após a partida, o treinador elogiou a defesa do São Paulo e considerou o resultado bom, diante das três competições que a equipe disputa na temporada.



– O que posso dizer é que a zaga do São Paulo é forte. Tem imposição física, imposição na bola aérea, tinha o domínio do jogo nos primeiros 25 minutos. A gente não causava muito prejuízo para a zaga adversária. Tenho respeito pela zaga do São Paulo, e uma ou outra coisa na minha equipe não rendeu aquilo que achávamos. Se falamos toda vida que nosso setor defensivo é muito bom porque começa lá na frente, quando o ataque não vai tão bem é porque teve alguma coisinha na defesa. Então, o empate, jogando fora de casa, com o São Paulo, tendo que pensar em outras competições, foi bom – disse Felipão.

O Palmeiras entrou em campo no Morumbi com um time misto em razão do compromisso no meio de semana pela Copa do Brasil, contra o Internacional. Felipão falou sobre os desafios de administrar competições diferentes, dentro de um curto espaço de tempo. Além dos torneios nacionais, o Palmeiras ainda disputa a Libertadores.

– Podemos analisar algumas coisas, não conseguimos vencer, mas estamos em três competições. Temos de saber administrar. Quem joga uma competição só é diferente. Se formos eliminados na quarta-feira, temos duas. Depois, uma. Aí você administra de outra forma. Não sei se é mais fácil ou difícil, mas tomara que não chegue a isso. Não nos coloca numa situação ruim, vamos administrando a equipe dentro do que estamos disputando.

Sobre a partida, o treinador considerou o desgaste físico e o fator psicológico de sair perdendo com determinantes para o resultado final.

– Acho que o time diminuiu o ritmo no fim. Foi muito puxado, eu tinha cinco ou seis do jogo passado. O jogo contra o Internacional foi muito difícil, é um time muito organizado, muito forte. Então tivemos uma superação para vencer. Isso dá um desgaste, e depois, saindo perdendo, o psicológico sempre fica afetado.



O Palmeiras volta a campo na quarta-feira, para jogar partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil, em Porto Alegre, depois de vencer o jogo de ida, em São Paulo, por 1 a 0. Pelo Brasileirão, o Verdão joga no sábado, contra o Ceará, em Fortaleza.



Palmeiras, São Paulo, Choque-Rei, Felipão



VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Farelos Jurídicos preparou para você

LEIA TAMBÉM: Ganchos e Libertadores podem fazer Palmeiras voltar a dividir times

LEIA TAMBÉM: Convocado por Tite, Weverton briga para ser dono de recorde no Palmeiras

LEIA TAMBÉM: Torcedores do Bahia se unem e vão à Justiça contra Palmeiras e Allianz Parque por tela no setor visitante



1644 visitas - Fonte: Lance!

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias