21/7/2019 20:30

Bruno Henrique crava união para o Palmeiras reverter má fase na Argentina

Capitão do Palmeiras, o volante Bruno Henrique pediu para o grupo se unir no momento de maior dificuldade na temporada. No último sábado, o time alviverde foi derrotado por 2 a 0 para o Ceará, na Arena Castelão, e perdeu uma invencibilidade de 33 jogos no Campeonato Brasileiro. Antes, na quarta-feira, a equipe foi eliminada pelo Internacional na Copa do Brasil.



"Quando você passa um momento ruim no Palmeiras, onde tem uma pressão muito grande para se ganhar, é sempre muito difícil perder. Saímos da Copa do Brasil e hoje [sábado] perdemos o jogo. Mas a gente sabe da força do nosso elenco, nesse momento de dificuldade temos que se unir, absorver as críticas e as cobranças que são pesadas", analisou.

A preocupação é grande entre elenco, comissão técnica, diretoria e torcida porque a má fase chega justamente nas vésperas do jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Godoy Cruz, marcado para esta terça-feira, na Argentina.

"Temos um grupo muito experiente e só depende de nós para sair dessa situação. Terça-feira temos um jogo importante, é reunir forças, esquecer o que passou e tentar melhorar, porque tem muita coisa pela frente. E só se juntando para sair dessa situação", ressaltou.

Na Arena Castelão, Bruno Henrique também comentou o protesto da torcida na última sexta-feira, dois dias após a queda na Copa do Brasil. Ao chegar no hotel onde a delegação palmeirense ficou concentrada em Fortaleza, manifestantes atiraram pipocas nos jogadores.

"É natural, somos jogadores profissionais e estamos fazendo nosso trabalho. Fazemos o nosso melhor possível, mas, às vezes, as coisas não acontecem e infelizmente ocorrem essas coisas paralelas. Mas nós, jogadores, comissão técnica e torcida estamos fechados e vamos buscar grandes coisas neste ano ainda", garantiu.

Apesar do fim da invencibilidade de 33 jogos no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras deve terminar a rodada na liderança. Para tomar a ponta do Verdão, o Santos precisa vencer o Botafogo neste domingo, no Engenhão, e tirar uma diferença de oito gols no saldo.



Antes de pensar no Vasco, próximo adversário no Brasileirão, o foco está no duelo da Argentina. "Agora é viajar, descansar e se preparar para o jogo de terça, que é um jogo grande, e a gente tem tudo para reverter a situação", concluiu Bruno Henrique.

Palmeiras, Bruno Henrique, Brasileirão, Libertadores



VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Farelos Jurídicos preparou para você

LEIA TAMBÉM: Ganchos e Libertadores podem fazer Palmeiras voltar a dividir times

LEIA TAMBÉM: Convocado por Tite, Weverton briga para ser dono de recorde no Palmeiras

LEIA TAMBÉM: Torcedores do Bahia se unem e vão à Justiça contra Palmeiras e Allianz Parque por tela no setor visitante



7677 visitas - Fonte: terra.com.br

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

WAGNER ZAMONER     

Palmeiras 4 x 0

WAGNER ZAMONER     

Julio cesar da ate raiva desses cornetas.sera que tem algum aplicativo para baixar e dar um tiro na kbca desses vermes aqui prlo celular?

Marcos Natali     

Porque? Estavam desunidos? Agora eu sei, jogaram mal contra o Inter, contra o Ceará porque estavam desunidos, essa história eu já conheço, time rachado, só vai dar merda, se for mesmo time rachado, torcida pode esquecer : sem título esse ano, podem escrever o que estou falando.

julio cesar     

União é uma coisa que os cornetas têm pois sempre se juntam pra vir encher o saco e falar merda... Quebra tudo capitão... Verdao 2x0...

Renner Hachem     

Vai toma no cu vc seu gamba arrombado ninjaverde seu verme maldito gamba disfarçado filho da puta

Grande merda vao tentar empsatar la e nao va ganhar aqui time de merda pipoqueiro vao tomar no xu time de bosta

Vanilton Silva     

Q essa união se transforme em garra e gols

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias