22/7/2019 10:10

Manobra feita em voo do Palmeiras é fácil e segura, dizem especialistas

O domingo do Palmeiras esteve longe de ser tranquilo. Devido às más condições climáticas e fortes ventos, o avião fretado que levava o clube paulista de Fortaleza (CE) para a Argentina não conseguiu pousar na cidade de Mendoza. A aeronave precisou arremeter (tentar pousar e voltar a ganhar altura) duas vezes antes de mudar a rota para primeiro para Rosário e depois para Buenos Aires, cidade em que o elenco teve de pernoitar.


Só que, apesar do susto, a delegação não sofreu grande risco. Procurados pela reportagem do UOL Esporte, pilotos afirmaram que o procedimento é simples, de fácil execução e feito exatamente por questões de segurança.

"Pode acontecer de um avião arremeter mais de uma vez, e tudo depende das condições meteorológicas no momento da aproximação e da quantidade de combustível a bordo. A gente costuma brincar que todo pouso é uma arremetida que deu errado, porque além de preparar-se para o pouso os pilotos preparam-se para a arremetida, que é uma manobra normal, fácil e bem simples", afirma o piloto de avião Angelo Martinez.

Martinez afirma que, além da influência de fenômenos climáticos, não há qualquer dificuldade para pousar no aeroporto Governador Francisco Gabrielli, em Mendoza. Ele também explica que a decisão de ir para Rosário já estava decidida com antecedência, uma vez que todo e qualquer plano de voo conta com a presença de um destino alternativo.

"O aeroporto de Mendoza não é difícil de pousar. Já pousei em Mendoza e esse fenômeno é bem comum nessa época do ano, devido à passagem de frentes frias e à turbulência que vem dos Andes", conta.

Já o piloto de aviação executiva Durval Filho é mais incisivo em relação à simplicidade do procedimento pelo qual o avião fretado pelo Palmeiras passou.

"O piloto está preparado, o procedimento normal é a arremetida. Até causa um furor nas pessoas, acha que vai cair, mas é muito mais normal do que parece. Nós, pilotos, estamos preparados para isso. Todo o treinamento de piloto não é feito conduzindo uma aeronave em situação comum. Os treinos são feitos só em situação de emergência. Voar o piloto já sabe. O treinamento fica muito presente em situação de emergência. Para o piloto é como tomar cafezinho", explica.

Segundo Durval, o piloto responsável pelo voo agiu de forma segura e protocolar ao não insistir no pouso e correr o risco de arremeter uma terceira vez.

"Quando você traça uma rota, a aeronave tem que ter autonomia (combustível) do ponto A ao B e do B ao C, além de mais 30 minutos. Estão cumprindo o regulamento e sempre resguardados para o máximo de segurança possível. Isso que aconteceu atrapalha logística, causa um transtorno, é horrível isso, mas não tem risco. Se foi feito tudo isso, era o que deveria ser feito para manter a segurança", analisa.

Risco ilusório

Durval Filho também destaca que o medo dos passageiros em uma situação similar a enfrentada pelo Palmeiras é um fator mais imaginário do que real.

"Quando tem turbulência, o passageiro acha que vai cair. Isso é o que 90% das pessoas acham, mas é como cair com o carro em um buraco, só um desconforto. O piloto está preparado, o procedimento normal é a arremetida. Mas causa um furor, a pessoa acha que vai cair, mas é muito mais normal do que parece", afirma.

"Se você olhar estatisticamente, quase 40% das pessoas têm fobia, não entra em avião. O resto vai com remédio, bebida. Isso porque o acidente aéreo causa muita comoção. Estamos conversando aqui e está tendo um acidente de moto, de carro. Mas o de avião deixa as pessoas ansiosas. Acidente aéreo é causado por fator humano. Avião não cai, é derrubado. Mas para as pessoas, uma arremetida já é fato de preocupação. É como trocar de roupa, tão normal. O risco é zero. Risco existiria se ele insistisse naquele pouso", disse.

O Palmeiras está na Argentina para enfrentar o Godoy Cruz pelas oitavas de final da Libertadores. O duelo está marcado para as 21h30 (de Brasília) desta terça-feira. O time decidiu passar a noite em Buenos Aires e vai para Mendoza hoje (22).



LEIA TAMBÉM: Galiotte viaja ao Rio de Janeiro visando a contratação de Jorge Sampaoli; confira os detalhes

LEIA TAMBÉM: [ENQUETE] Vote sobre a possível contratação de Jorge para o Palmeiras

LEIA TAMBÉM: Conheça a carreira e a trajetória de Anderson Barros, novo diretor-executivo do Palmeiras





1005 visitas - Fonte: UOL Esportes

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Dom - 16:00 - Mineirão - BH - Premiere
Cruzeiro
Palmeiras

Último jogo - Brasileiro

Qui - 19:15 - Brinco de Ouro
Palmeiras
5 1
Goiás
Untitled Document
Classificação
1 Flamengo
2 Santos
3 Palmeiras
4 Grêmio
5 Atletico Paranaense
6 São Paulo
7 Internacional
8 Corinthians
9 Fortaleza EC
10 Goiás
11 Bahia
12 Vasco DA Gama
13 Atletico-MG
14 Fluminense
15 Botafogo
16 Ceará
17 Cruzeiro
18 CSA
19 Chapecoense-sc
20 Avai
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
90 38 28 6 4 86 37 49 VVVVD
74 38 22 8 8 60 33 27 VDVDV
74 38 21 11 6 61 32 29 DDDVV
65 38 19 8 11 64 39 25 VDVVD
64 38 18 10 10 51 32 19 VVEVE
63 38 17 12 9 39 30 9 EVDVV
57 38 16 9 13 44 39 5 EDVDV
56 38 14 14 10 42 34 8 DVDVD
53 38 15 8 15 50 49 1 EVVEV
52 38 15 7 16 46 64 -18 VVDDV
49 38 12 13 13 44 43 1 DEVED
49 38 12 13 13 39 45 -6 EDVEE
48 38 13 9 16 45 49 -4 DEVVD
46 38 12 10 16 38 46 -8 VVEEV
43 38 13 4 21 31 45 -14 VVDDE
39 38 10 9 19 36 41 -5 EDEDE
36 38 7 15 16 27 46 -19 DDDDD
32 38 8 8 22 24 58 -34 DVDDD
32 38 7 11 20 31 52 -21 VDDVE
20 38 3 11 24 18 62 -44 DDEDE
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota