30/8/2014 22:10

Gareca nega desejo de deixar clube e afirma: ‘Confio na qualidade do elenco’

Gareca ressaltou o desejo de ficar e aqualidade do elenco alviverde (César Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

O Palmeiras voltou a campo neste sábado (30), diante do Internacional, no Pacaembu, e viu a sua torcida comparecer em peso a mais um duelo do Verdão em casa. Porém, mesmo com a presença de mais de 30 mil torcedores, o clube palestrino não conseguiu superar o rival gaúcho e sofreu mais uma derrota no Campeonato Brasileiro. O técnico Ricardo Gareca, por sua vez, negou novamente que pense em deixar a equipe verde e branca.

“Os jogadores, o comando técnico e a diretoria têm forças para suportar tudo isso. É um momento difícil e duro, mas estou convencido do meu trabalho e o que eu posso dar. A diretoria confia em nós, e eu seguirei até as últimas consequências. Eu creio no plantel e quero devolver a confiança que a diretoria me deu quando me contratou. Não quero sair dessa maneira”, afirmou, demonstrando muita confiança por uma reviravolta no Brasileirão.

“É uma possibilidade única para mim, não quero sair desta maneira. Dirigir um time no Brasil e ainda o Palmeiras é o melhor que já passou em minha carreira. Quero seguir, não quero deixar o Palmeiras nessa situação. O Palmeiras já teve dois rebaixamentos em sua história, eu nunca tive nenhum, nem como jogador e nem como técnico. Não quero isso, e peço que tenhamos força e capacidade para revertermos este momento”, declarou.

Gareca acredita que tem boas peças no grupo palmeirense para fazer com que o futuro do time seja outro no torneio nacional.
“Nós temos qualidade. Confio na qualidade do plantel para sairmos desta situação. Estamos sofrendo gols que poderíamos evitar, e isso mexe com a nossa confiança. Conversaremos e seguiremos trabalhando para sairmos juntos desta situação”, disse o comandante.

Mesmo com a situação delicada na tabela do Campeonato Brasileiro, o treinador tem escalado o time titular de uma maneira bem ofensiva nos últimos confrontos do Palmeiras. Neste sábado, por exemplo, o argentino iniciou o duelo com o Internacional usando três atacantes: Leandro, Mouche e Cristaldo.

“Eu jogo para ganhar e tenho estilo para ganhar. O Palmeiras é grande, não tem de defender. O Palmeiras é igual a qualquer time daqui. Não quero essa mentalidade (de somente defender) para o Palmeiras, temos de sair para ganhar em qualquer lugar. E temos de ter um time preparado para isso. Posso me equivocar em algum jogo? Sim, reconheço isso. Mas o Palmeiras tem de ter mentalidade de time grande. Hoje, nós tivemos mais de 30 mil pessoas no Pacaembu, e é o time que tem mais títulos nacionais. Todos querem vencer”, finalizou.



VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Farelos Jurídicos preparou para você

LEIA TAMBÉM: Ganchos e Libertadores podem fazer Palmeiras voltar a dividir times

LEIA TAMBÉM: Convocado por Tite, Weverton briga para ser dono de recorde no Palmeiras

LEIA TAMBÉM: Torcedores do Bahia se unem e vão à Justiça contra Palmeiras e Allianz Parque por tela no setor visitante



1752 visitas - Fonte: Site Oficial

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias