20/6/2022 07:43

Com números equilibrados nos resultados, São Paulo e Palmeiras chegam a semana decisiva

Abel Ferreira e Rogério Ceni à beira do gramado do Morumbi, no duelo entre São Paulo e Palmeiras
Imagem: Cesar Greco

São Paulo e Palmeiras terão hoje o primeiro dos seus dois confrontos desta semana no Estádio do Morumbi. A partida das 20h vale pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo da quinta-feira (23) é a ida das oitavas da Copa do Brasil. Com muitos desfalques, o São Paulo precisa de uma vitória para não se desconectar demais da ponta da competição.



Em caso de derrota, o Tricolor, que soma 18, verá o Palmeiras abrir dez pontos de vantagem. Para o Alviverde, que não terá Abel Ferreira, com covid, a vitória é chance de manter a ponta por mais duas rodadas e isolar-se do Corinthians, que também tem 25 pontos, mas perde no saldo de gols.

Nos dois clubes, o jogo desta segunda acaba sendo a primeira perna de um duelo de duas etapas. Inegavelmente, o resultado de hoje afeta o moral para o jogo decisivo da quinta-feira. A partida de hoje será o 11º jogo do Palmeiras contra o São Paulo desde a chegada de Abel Ferreira ao clube. Um duelo que opõe a estabilidade verde e as constantes mudanças tricolores. E que, mesmo assim, tem números equilibrados nos resultados: cada time ganhou três jogos, e outros quatro terminaram empatados. O Palmeiras fez 11 gols, um a mais que o São Paulo.

Em finais, o Palmeiras ganhou um Paulista, o São Paulo outro. Mas os palmeirenses têm uma classificação a seu favor, na Libertadores de 2021. Algo que o São Paulo pode de certo modo devolver com uma classificação na Copa do Brasil. O que não é equilibrado é o número de treinadores de cada clube no período. Enquanto apenas Abel foi o técnico principal do time do Palmeiras desde fevereiro de 2021, o São Paulo teve três treinadores.

Abel x Vizolli: tudo igual

O primeiro encontro, pelo Brasileirão de 2021, aconteceu em 19 de fevereiro daquele ano, e terminou empatado em 1 a 1. No comando do Tricolor, estava o interino Marcos Vizolli, em substituição ao demitido Fernando Diniz.

Um jogo, um empate, um gol para cada lado.

Abel x Crespo: Um troféu no Morumbi, uma vaga na Vila Pompeia

Em cinco jogos, Crespo venceu dois e seu time fez três gols. Houve dois empates, com um gol para cada lado na soma. E Abel venceu uma só.

No Paulista do ano passado, foram três confrontos entre o Alviverde do português e o Tricolor do argentino Hernán Crespo, porque os rivais fizeram a final da competição.

No Allianz Parque, com um time cheio de reservas, o Palmeiras perdeu por 1 a 0 na fase de grupos e empatou em 0 a 0 na primeira final. Na segunda, perdeu por 2 a 0, no Morumbi, e viu o adversário sair campeão.

No primeiro jogo do Brasileiro do ano passado, o treinador tricolor ainda era Hernán Crespo. Contra ele, mais uma vez, o Palmeiras saiu sem vencer: 0 a 0 no Morumbi.

Crespo também era o comandante nos dois jogos das quartas da Libertadores: 1 a 1 no Morumbi e, enfim, a primeira vitória de Abel, no Allianz Parque: 3 a 0 e a vaga na semifinal.

Abel x Rogério Ceni: Português ficou com o título

O confronto segue equilibrado, com duas vitórias para cada lado. O São Paulo de Ceni ganhou o primeiro confronto por 2 a 0, em pleno Allianz Parque, pelo Brasileiro do ano passado. Mesmo em um jogo disputado por reservas e a dias do embarque do Palmeiras para Montevidéu, onde viria a disputar e vencer a final da Libertadores contra o Flamengo, o resultado deixou enraivecida, a torcida verde.

Novamente rivais na decisão do Paulista, São Paulo e Palmeiras voltaram a fazer três jogos no Estadual de 2022. O Palmeiras venceu no Morumbi, pela 1ª fase, por 1 a 0, gol de Rony. Na primeira partida da final, desta vez disputada na casa são-paulina, 3 a 1 para o time de Rogério Ceni. Mas na volta, no Allianz Parque, 4 a 0 para o Verdão e mais uma volta olímpica no bairro da Vila Pompeia.

FICHA TÉCNICA SÃO PAULO X PALMEIRAS

Campeonato: Brasileirão, 13ª rodada
Estádio e Horário: Morumbi, às 20h de Brasília
Árbitro: Anderson Daronco (RS/ Fifa)
Assistentes: Rafael Alves (RS/ Fifa) e Michel Estanislau (RS) VAR: Helton Nunes (SC)

São Paulo:Jandrei; Diego Costa, Arboleda e Léo; Igor Vinicius (Rafinha), Igor Gomes, Rodrigo Nestor, Patrick (Pablo Maia) e Reinaldo (Welington); Luciano e Calleri. Técnico: Rogério Ceni



Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha (Murilo); Gómez, Luan e Piquerez; Danilo, Gabriel Menino e Gustavo Scarpa; Dudu, Rony e Gabriel Veron. Técnico: João Martins.



VEJA TAMBÉM
- Confira a classificação do Brasileirão após a derrota do Palmeiras
- Com chuva de gols perdidos, Palmeiras é derrotado pelo Athletico-PR no Allianz
- Confira a escalação do Palmeiras para enfrentar o Athletico-PR

LEIA TAMBÉM: Barcelona observará joia Endrick em torneio na França


E MAIS: No Brasileirão, Palmeiras vai buscar título inédito na era Abel Ferreira

E MAIS: Comissão técnica do Palmeiras pediu a manutenção de jovens da base













612 visitas - Fonte: UOL

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Sáb - 21:00 - Allianz Parque - Sportv
Palmeiras
Atlético PR

Último jogo - Libertadores

Qua - 19:15 - Gen. Pablo rojas
Cerro Porteño
0 3
Palmeiras