Diretor do São Paulo responde críticas sobre acordo de patrocínio máster inferior.

27/2/2024 09:46

Diretor do São Paulo responde críticas sobre acordo de patrocínio máster inferior.

são-paulinos criticam patrocínio máster da Superbet em comparação ao rival Corinthians

Diretor do São Paulo responde críticas sobre acordo de patrocínio máster inferior.

O São Paulo fechou um novo patrocínio máster para os próximos três anos com a casa de apostas Superbet. O acordo renderá ao Tricolor uma quantia consideravelmente superior à que recebia de seu antigo parceiro, a Sportsbet.io, também do ramo de apostas. Teoricamente não haveria motivos para o torcedor criticar a parceria, o que acabou acontecendo após o rival Corinthians anunciar um patrocinador disposto a pagar mais que o dobro do que o rival do Morumbi embolsará anualmente.

Conforme apurado pela reportagem, o Tricolor recebe R$ 52 milhões por ano da Superbet. O Corinthians, porém, anunciou que embolsará R$ 120 milhões anuais com a parceria com a VaiDeBet, também do segmento de apostas. A disparidade de valores deixou a torcida tricolor insatisfeita, mas o diretor de marketing são-paulino, Eduardo Toni, enxerga a questão de outra forma. "A gente não se compara com terceiros, até porque tem muita história nesse meio. A gente sabe que tem outras, mas estou aqui para falar do São Paulo. A Leila (Pereira, presidente do Palmeiras) fez um desafio para vocês (jornalista) outro dia (sobre o patrocínio máster do Corinthians). Eu não vi ninguém trucar a Leila", disse Toni em entrevista exclusiva.

Em outubro, quando começou a ser veiculado um possível acordo de aproximadamente R$ 120 milhões anuais do então candidato à presidência do Corinthians, Augusto Melo, com uma empresa disposta a ser patrocinadora máster do clube, Leila Pereira, mandatária do Palmeiras, garantiu que pagaria esse valor ao Verdão se fosse provado que o rival, de fato, embolsaria essa quantia. "Falando ao vivo e a cores para todo mundo. Me prove que estão pagando R$ 123 milhões ao Corinthians. Quero ver o documento, o papel. Eu pago R$ 123 milhões para o Palmeiras, eu aumento. Eu sou a patrocinadora, sou a presidente, eu pago os R$ 123 milhões. Mas, quero que me mostrem o documento. Quero que comprovem que essa empresa que está patrocinando o Corinthians paga R$ 123 milhões por ano", disse a dona da Crefisa, em 11 de outubro do ano passado.

Vale lembrar que, em um passado recente, o Corinthians já teve problemas com um antigo patrocinador, a Taunsa, que não honrou com seus compromissos com o clube. O acordo entre as partes previa o pagamento de R$ 8,8 milhões pelo patrocínio, além de R$ 20 milhões pela repatriação do volante Paulinho. O Timão jamais recebeu os valores em questão. O caso ainda tramita na Justiça.



VEJA TAMBÉM
- Palmeiras desembarca em Quito com elenco quase completo para partida decisiva.
- Luan elogia desempenho no Palmeiras e ignora "reformulação" no clube
- Romulo busca espaço no Palmeiras durante período de adaptação no clube.





1035 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Galileu Vitti     

eu acho q os Presidentes tem q se preocupar com seu clube, outros clubes é problema deles, até agora nossa presidente está dando conta do recado, o resto q se arrebente

A entidade é maior que tudo e que todos...presidentes passam o clube continua...

Glaseimir dida     

Eu não tenho nada contra o São Paulo, o que aconteceu no passado ficou no passado (estou falando do estádio), mas, foi um presidente deles que falou: "O Palmeiras se apequenou", depois disso o Palmeiras não parou de ganhar, sendo assim...

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

publicidade
publicidade

Brasileiro

Qua - 20:00 - Arena Barueri -
X
Palmeiras
Internacional

Brasileiro

Dom - 18:30 - Manoel Barradas
0 X 1
Vitoria
Palmeiras