Após convocação inesperada, atacante Chico estreia e revela vontade de chorar

12/5/2014 07:55

Após convocação inesperada, atacante Chico estreia e revela vontade de chorar

Após convocação inesperada, atacante Chico estreia e revela vontade de chorar

Chico, "mesmo se eu não entrasse, queria vencer"



Valdivia, Mendieta, Serginho, Marquinhos Gabriel, Mazinho, Felipe Menezes, Henrique, Leandro e Diogo. Estes foram os homens de frente convocados pelo técnico interino Alberto Valentim para a partida ante o Goiás, válida pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. No jogo, Henrique marcou mais um tento com o manto palestrino, Diogo voltou a ser titular, Leandro arriscou bons lances e Valdivia, como sempre, encantou os torcedores com belos passes.



Mas, de última hora, nem todos os atletas listados foram para a concentração do clube. Marquinhos Gabriel, com dores na perna, foi cortado e deu lugar ao atacante Chico, destaque da Copa São Paulo 2013 e que passou os últimos meses atuando pelo Santo André por conta do plano de carreira que o Palmeiras tradicionalmente faz com seus jogadores mais jovens.



Mesmo que já avisado pela comissão técnica palmeirense no treino da última sexta-feira (09) que talvez precisasse substituir o companheiro de equipe na concentração, o chamado oficial foi motivo de grande emoção para o garoto de Bauru.



“Na hora eu não sabia como pensar. Pensei que poderia ser a chance. Foi uma coisa de repente. Eu vinha trabalhando, vinha buscando meu espaço, sempre respeitando a todos e a oportunidade chegou quando eu menos esperava.”, falou o dono da camisa 49 alviverde, relacionado pela primeira vez para o banco de reservas na temporada.



Apesar da expectativa, a chance de entrar em campo não era muito grande, já que foi convocado para a partida depois dos demais. Porém, o treinador Alberto Valentim decidiu apostar em Chico. Aos 33 minutos da etapa final, com o Palmeiras vencendo o Goiás por 2 a 0, o atacante entrou no lugar de Leandro.



“Eu fiquei arrepiado na hora que fui chamado. Quando a gente é relacionado, pensamos, claro: vou entrar, vou jogar. Mas para mim foi uma coisa de momento, já que nunca havia vestido a camisa do Palmeiras no profissional.



Quando saiu o primeiro gol, quase chorei. No segundo, também. Mesmo se não entrasse, eu queria vencer. Eu queria estar na lista da equipe que venceu. E, graças a Deus, eu tive oportunidade e a gente venceu”, disse.



Dentro de campo, o atacante não decepcionou. Se movimentou, buscou aparecer, sofreu faltas e chegou a aplicar um belo chapéu no marcador adversário. Com o placar já consolidado, contribuiu para o Palmeiras manter a vantagem e conquistar mais três pontos no Campeonato Brasileiro.



“Acho que foi uma boa estreia, tentei me empenhar ao máximo dentro de campo, tentei ajudar a equipe e não poderia ter sido melhor. Vencemos e agradeço a Deus e aos companheiros que me abraçaram aqui e o professor que me deu oportunidade”, concluiu.



VEJA TAMBÉM
- Palmeiras desembarca em Quito com elenco quase completo para partida decisiva.
- Luan elogia desempenho no Palmeiras e ignora "reformulação" no clube
- Romulo busca espaço no Palmeiras durante período de adaptação no clube.





3909 visitas - Fonte: Site Oficial Palmeiras

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

publicidade
publicidade

Brasileiro

Qua - 20:00 - Arena Barueri -
X
Palmeiras
Internacional

Brasileiro

Dom - 18:30 - Manoel Barradas
0 X 1
Vitoria
Palmeiras