7/4/2021 13:00

[OPINIÃO] A vitória dos protocolos contra a covid-19

O caso recente do jogo do Grêmio na pré-Libertadores transferido para outra data e país por conta de jogadores gremistas positivados faz voltar uma discussão que sempre é válida, desde que travada com o devido respeito às opiniões que não coincidem e até se confrontam.



Toda vez que alguém do mundo do futebol é positivado de coronavírus, recebo mensagens me perguntando onde anda a tal segurança sanitária que possibilitaria a sequência dos jogos. Respondo que a resposta está na pergunta. São os protocolos estabelecidos, com testagens em número que nenhum outro setor da sociedade alcança, que garantem a identificação do positivado e seu afastamento.


Em paralelo, sempre há chance de o futebol parar caso um governo decida que deve parar. A decisão de um governo legitimamente eleito é, por óbvio, legítima. O que o futebol tem feito no Brasil e no mundo é provar que não existe segurança sanitária absoluta porque nada é absoluto em pandemias, mas existe, sim, a possibilidade de diminuir drasticamente a quantidade de casos e suas consequências.


No universo do futebol, se comparado número de casos, internações e mortes, os números seriam invejados pela sociedade inteira, tão baixos eles são e diante da redução enorme da gravidade de suas consequências. Seria fantástico que a sociedade toda pudesse ter testagem como o futebol de alta performance tem. Não é possível, o que não significa que onde seja possível se faça parar a atividade como se punisse quem investiu na ciência.


Enquanto tudo se discute nestes tempos incertos, o certo é que o Brasil hoje é visto como pária internacional. O Equador não quer brasileiros por lá, lugar nenhum quer. O atraso colossal no combate à pandemia de parte do governo federal somado à ignorância de grande parte da sociedade que se autoriza festas clandestinas e aglomerações explicam a constrangedora situação a que estão submetidos o país e seus habitantes.


Mais do que nunca, no futebol e na vida, é preciso investir na ciência, respeitá-la, tê-la como rainha. Espanha, Inglaterra, Portugal, Itália e Alemanha têm ou tiveram em algum momento níveis de restrição mais rígidos do que o Brasil. Em nenhum destes países, desde que o futebol voltou, a atividade foi paralisada outra vez.


Jogou-se futebol na Europa em meio a lockdown por uma razão acima de todas. O futebol profissional de alta performance alcançou a máxima segurança possível para se manter ativo. Neste ponto, o Brasil não é o país insensível que pratica jogo de bola enquanto o mundo vai na direção contrária. Neste caso específico, o futebol no Brasil alcançou também níveis satisfatórios de segurança sanitária e só por isso eu apoio sua continuidade.


Meu apoio a que o futebol continue não é incondicional, não sou estúpido. É um apoio baseado na mesma ciência que recomenda não às aglomerações e sim ao uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social.



Dirigentes de futebol no Brasil e no mundo não mantêm o futebol a qualquer custo. Estão apoiados em consultoria médica e científica que sustenta a posição. Porque mesmo os dirigentes, por mais que possam errar esta ou aquela postura, não são estúpidos de desafiarem a Ciência. Preferiram o caminho certo. Investiram nela.

#palmeiras #verdao #alviverde #protocolo #covid



LEIA TAMBÉM: Clássico e Libertadores, Palmeiras terá maratona de 12 jogos em 26 dias

LEIA TAMBÉM: Nos pênaltis, Palmeiras perde dois títulos e R$ 9 milhões em 3 dias

LEIA TAMBÉM: Após vice da Recopa, Palmeiras inicia preparação para o clássico com o São Paulo




624 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Sex - 22:00 - Allianz Parque - Premiere
Palmeiras
São Paulo

Último jogo - Recopa Sul-Americana

Qua - 21:30 - Mané Garrincha
Palmeiras
1 2
Defensa y Justicia
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Ituano
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
11 6 3 2 1 7 4 3 VEVVD
8 4 2 2 0 8 3 5 EVVE
8 5 2 2 1 6 4 2 EEDVV
7 5 2 1 2 7 5 2 VVEDD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Palmeiras
2 Santo André
3 Novorizontino
4 Botafogo SP
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
22 12 6 4 2 17 6 11 EEEDV
20 12 6 2 4 14 13 1 EDDED
19 12 4 7 1 12 8 4 VEEDV
11 12 3 2 7 9 23 -14 DVDVD
Untitled Document
Classificação
1 Palmeiras
2 Guarani Campinas
3 Bolívar
4 Tigre
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
13 5 4 1 0 12 2 10 VVVEV
10 5 3 1 1 10 5 5 VDVEV
4 5 1 1 3 4 10 -6 DVDED
1 5 0 1 4 3 12 -9 DDDED