22/4/2021 09:00

Mesmo com susto, Palmeiras vence e apresenta boas novidades em estreia

Verdão fez 2 a 0 jogando bem contra o Universitario, mas expulsão e pênalti em seguida fizeram com que o time precisasse da última bola para garantir a vitória na Libertadores

Quando o Palmeiras fez 2 a 0 sobre o Universitario, no Peru, a equipe de Abel Ferreira já poderia estar goleando e parecia ter a estreia na Copa Libertadores totalmente sob controle. Um apagão de dois minutos, com a expulsão de Alan Empereur e o pênalti de Danilo, porém, transformaram o jogo em um drama que só se resolveu no último lance, com o gol do jovem Renan.



Apesar do sufoco, o resultado do atual campeão na noite desta quarta-feira foi justo. O técnico português escalou o Palmeiras com algumas novidades que podem ditar o ritmo da equipe para frente, especialmente em relação ao esquema. Assim como já vinha ensaiando no Campeonato Paulista, Abel mandou o Verdão a campo com três zagueiros, sem depender tanto das jogadas de lado e construindo com troca de passes pelo meio-campo.


Foi nesse setor que o Palmeiras teve outras duas boas novidades: a sequência de Danilo e Patrick de Paula entre os titulares, com Felipe Melo no banco. Enquanto Gabriel Menino e Zé Rafael não viajaram por problemas físicos, os dois garotos foram muito bem.


Danilo jogou como primeiro meio-campista, enquanto Patrick teve mais liberdade pelo lado esquerdo, aproveitando-se do espaço que Luiz Adriano criou ao sair da área para fazer o pivô. As duas crias da base deixaram o time mais leve do que a dupla Felipe Melo e Zé Rafael e, apesar do pênalti desnecessário cometido pelo camisa 28, demonstraram que podem ser o futuro para o setor, ao menos neste início de temporada.


Embora Abel argumente que não se considera técnico de um único esquema, é inegável seu gosto pelos três zagueiros, seja com 3-4-3 ou 3-5-2 – segundo ele, não há formatação mais agressiva ofensivamente do que essa, apesar daqueles que argumentam ser defensiva.


Contra o Universitario, que demonstra ser o time mais fraco do Grupo A, o Verdão jogou com linhas adiantadas e uma movimentação em que Gustavo Gómez até se posicionava como volante, com Weverton saindo para jogar entre Luan pela direita e Alan Empereur, pela esquerda. Marcos Rocha era praticamente um ponta, e Raphael Veiga jogou bem novamente e tirou proveito dos espaços criados por Luiz Adriano. Como prêmio, fez um belíssimo gol.


A jogada do gol, inclusive, começou com o contestado Luan, marcado por erros em momentos decisivos do Palmeiras, mas que foi muito bem na saída de bola – ele lançou Rony no lance do 2 a 0. Empereur acabou marcado pela expulsão que mudou o rumo do jogo: da falta que gerou o cartão vermelho saiu o primeiro gol dos peruanos, que dois minutos depois empataram pelo pênalti. Um resultado até então inesperado, diante da fraca atuação dos donos da casa e o controle do Palmeiras.



Com um a menos e abalado pelo 2 a 2 em uma partida que poderia estar vencendo antes por três ou quatro gols de diferença, o time se desorganizou com as trocas. Mas chegou à vitória graças a dois atletas que entraram no fim: Gustavo Scarpa, quem cobrou o escanteio, e o zagueiro Renan, autor do gol aos 49 minutos do segundo tempo.


Voltar de Lima com um empate seria um desastre pelo momento turbulento e por aquilo que demonstrou por quase 60 minutos no estádio Monumental. A vitória ameniza um pouco o clima pesado e dá força para Abel continuar a mudar o Palmeiras.



O time com três zagueiros realmente mostrou mais repertório ofensivo e teve nos jovens volantes bons destaques. É um caminho interessante a se seguir e que na próxima terça terá um teste importante, contra o Independiente Del Valle (EQU), um adversário notadamente mais forte.

#palmeiras #verdao #alviverde #analise #libertadores #estreia



LEIA TAMBÉM: Dudu de volta? Veja quando o atacante poderá ser usado no Palmeiras caso deixe o Qatar

LEIA TAMBÉM: Raphael Veiga tem 100% das cobranças de pênaltis convertidas pelo Palmeiras

"Fizemos história", Veiga celebra vitória do Palmeiras que iguala marca histórica como visitante na Libertadores




1401 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Angelo Monteiro     

Libertadores. Os times tem que jogar os 90 minutos focados, um cochilo ou apagão ou desatencao por alguns minutos o time pode perder a partida, pouco importa se tem um elenco de gala, e até Messi, Cristiano Ronaldo, Lewandowski, perde mesmo. Libertadores é assim.

Foram 80 minutos de bom futebol, muita variedade, movimentação infiltração... e 10 minutos de apagão.. o que não pode acontecer, e mesmo antes da expulsão o Palmeiras ja estava sofrendo com bolas aéreas... acho que esse time com o Vina na latera pode ser uma excelente opção para a temporada... agora... nos próximos 5 jogos vamos sofrer jogando a cada dois dias, não da pra esperar muito.

Acho que para o nivel do time ontem,fou valido o teste.ate porque contra um adversario melhor o nivel de concentração e outro.tb acho que s a expulsão a goleada viria.

Tomamos um sufoco tremendo contra o time mais fraco do grupo imagine quando pegar-mos os mais fortes..eu nao quero criticar o Abel mas esta fucando dificil nao criticar...ele escala mal e substitue pior ainda...

Ganhamos é fato, mas jogador com cartão amarelo tem que sair logo, se for zagueiro... ou volante. Ele Abel Ferreira peca nisso.

Geraldo Hermes     

Foi um susto, que se tire lição para não amarelar mais. Virando a chave, começar a reagir no paulistinha, pq nossa posição ta complicada

na libertador não se pode tomar cartão amarelo a todo instante. Isso é regra geral.

tá inventando de mais a bel

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Sex - 19:30 - Nabi Abi Chedid - Premiere
RB Bragantino
Palmeiras

Último jogo - Libertadores

Ter - 21:30 - Rodrigo Paz Delgado
Ind. del Valle
0 1
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Ituano
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 6 5 1 15 7 8 VVEEE
21 12 6 3 3 18 10 8 DDVVV
19 12 5 4 3 17 12 5 VEDED
13 12 4 1 7 10 14 -4 DVVDD
Untitled Document
Classificação
1 Palmeiras
2 Defensa Y Justicia
3 Independiente Del Valle
4 Universitario
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD