13/5/2021 20:16

Fernando Prass relembra bastidores de sua chegada ao Palmeiras e do pênalti na final de 2015

Um dos jogadores mais importantes da história recente do Palmeiras, Fernando Prass foi contratado pelo Palmeiras em 2013. Depois de vencer uma Copa do Brasil pelo Vasco, o goleiro chegou ao Verdão para disputar a Série B do Campeonato Brasileiro.



LEIA TAMBÉM: MONTE SUA ESCALAÇÃO! Como você entraria para a partida contra o RB Bragantino?


Em entrevista ao canal oficial do Palmeiras, Prass revelou detalhes sobre a sua transferência para o Palmeiras. De acordo com o goleiro, a contratação só aconteceu depois de uma ligação de um empresário para o Alviverde.

"Chegaram para mim quatro ou cinco propostas. Do Vitória, do Grêmio, do Coritiba e o Athletico Paranaense. O presidente do Coritiba foi ao Rio de Janeiro jantar comigo, o Alex estava voltando naquela época, conversei com ele. Eu tinha sido oferecido ao Vitória, que me disse o seguinte: 'a gente está dependendo da situação do Deola. Se a gente conseguir o reempréstimo do Deola, não vai precisar de um goleiro'", afirmou Prass.

"Então, esse empresário ligou para o Palmeiras e perguntou se iriam reemprestar o Deola. Perguntaram por que, e ele disse: "Porque estou com uma situação com um goleiro lá, mas depende da situação do Deola'. Então, perguntaram quem era o goleiro, e ele disse que era o Prass. 'Faz o seguinte, então: 'Traz o Prass para cá, e a gente empresta o Deola para o Vitória de novo'", completou.

Prass foi o responsável por bater o pênalti que garantiu o título da Copa do Brasil de 2015 ao Palmeiras. Apesar de ter cobrado com segurança, o goleiro garante que começou a treinar penalidades apenas por precaução.

"Eu treinei bastante. Na entrada do estádio, o Tico, auxiliar do Marcelo (Oliveira), me perguntou se eu bateria. Eu falei que sim, mas que não precisaria. Eu comecei a treinar pênalti porque no jogo Coritiba e Fortaleza os goleiros tiveram que bater, assim como em Botafogo e Fluminense. 'Imagina se um dia eu tenho que bater, nunca bati na vida'. Então, comecei a me preparar, mas por precaução", disse Prass.

"Quando chegamos na roda do final do jogo, vi muitos meninos, alguns jogadores com câimbra. Aí começou: 'Se precisar, tu bate?'. Chegou no meu nome, o Alecsandro falou: 'Bola ele de quinto', e eu disse que de quinto eu bateria, na esperança de não precisar bater. Era para ir um pouco mais para o meio, te confesso. Tirei um pouco da força, porque tinham escorregado e eu batia muito forte. O meu objetivo era colocar a bola lá dentro, e ela entrou, independentemente de como e onde", finalizou.



Ao todo, Prass disputou 268 partidas pelo Palmeiras. No clube palestrino, o goleiro conquistou a Série B de 2013, a Copa do Brasil de 2015 e o Campeonato Brasileiro nos anos de 2016 e 2018.







Palmeiras, Prass, Bastidores, Chegada, Copa do Brasil, Verdão



LEIA TAMBÉM: Após retorno, Deyverson acirra disputa com Luiz Adriano por vaga no setor ofensivo do Palmeiras

LEIA TAMBÉM:"Foi a gota d'água", Galiotte gera revolta interna em caso Lucas Lima e meia tem dias contados

LEIA TAMBÉM: Histórico de Deyverson anima, e atacante deve ser bem utilizado por Abel Ferreira no Palmeiras




912 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Sebastião Lara     

Além do mais, o Palmeiras não está conseguindo contratar ninguém para essa posição.

Sebastião Lara     

Concordo com você, Ary. Nunca gostei do Borja, mas, quem sabe, o Abel consiga encaixá-lo no seu sistema de jogo e ele deslanche. Só espero que, se isso acontecer, ele jogue com mais vontade, sem aquele estado de sonolência e indiferença quando atuava pelo nosso Verdão.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Dom - 11:00 - Allianz Parque - Premiere
Palmeiras
América-MG

Último jogo - Brasileiro

Qua - 21:30 - Alfredo Jaconi
Juventude
0 3
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Fortaleza EC
3 Atletico Paranaense
4 Atletico-MG
5 Fluminense
6 Palmeiras
7 Bahia
8 Atletico Goianiense
9 Flamengo
10 Corinthians
11 Sport Recife
12 Ceará
13 Santos
14 Internacional
15 Cuiaba
16 São Paulo
17 Chapecoense-sc
18 Juventude
19 America Mineiro
20 Grêmio
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
11 5 3 2 0 13 8 5 VEEVV
10 4 3 1 0 8 2 6 VVVE
9 3 3 0 0 5 0 5 VVV
9 4 3 0 1 4 2 2 DVVV
8 4 2 2 0 4 2 2 EVEV
7 4 2 1 1 7 3 4 DVEV
7 4 2 1 1 8 5 3 VEDV
7 3 2 1 0 3 0 3 VVE
6 3 2 0 1 5 3 2 VVD
4 4 1 1 2 3 4 -1 DVED
4 4 1 1 2 3 4 -1 EDDV
4 4 1 1 2 5 7 -2 VDED
4 4 1 1 2 3 5 -2 DVED
4 4 1 1 2 4 8 -4 EDVD
2 3 0 2 1 2 3 -1 EDE
2 4 0 2 2 1 4 -3 EDDE
2 4 0 2 2 2 7 -5 DDEE
2 4 0 2 2 2 8 -6 EDED
1 4 0 1 3 0 4 -4 DDDE
0 3 0 0 3 2 5 -3 DDD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Ituano
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 6 5 1 15 7 8 VVEEE
21 12 6 3 3 18 10 8 DDVVV
19 12 5 4 3 17 12 5 VEDED
13 12 4 1 7 10 14 -4 DVVDD
Untitled Document
Classificação
1 Palmeiras
2 Defensa Y Justicia
3 Independiente Del Valle
4 Universitario
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD