9/10/2021 10:26

Sócia do Palmeiras processa o clube por discriminação à filha com deficiência

Luiza Baú tem 29 anos e é palmeirense de uma família sócia do clube social há décadas. Mas, há cerca de dois anos, está envolvida em uma disputa com o próprio Palmeiras. Ela tem encefalopatia bilirrubínica, uma síndrome neurológica que causa problemas motores, e, de acordo com a mãe, Silvia Carneiro, sofreu discriminação e constrangimento por parte de funcionários do clube -que nega a acusação. Silvia entrou com uma ação contra o Palmeiras, em processo que corre no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).







Todo o processo gira em torno das atividades que Luiza teria sido coagida a abrir mão. A disputa judicial tomou forma a partir de uma reunião de fevereiro de 2020, nas dependências do Palmeiras, em que funcionários do clube disseram a Silvia Carneiro, mãe de Luiza, que a filha não seguia "um certo comportamento" exigido nas aulas de ioga. A reunião durou 48 minutos e foi gravada; o UOL Esporte teve acesso ao áudio.





Na conversa, três representantes do clube sugerem que Luíza e a mãe fizessem atividades alternativas, pois a ioga "não seria possível". O pilates, outra modalidade de interesse das sócias, também "não seria possível". A certa altura dá-se seguinte o diálogo:





Luciano Pupo (advogado do Palmeiras): "Nós estamos buscando uma solução para todos, para a comunidade, para a harmonia do clube."



Silvia Carneiro (mãe): "A Luiza vai ter que parar de fazer a aula porque a harmonia do clube está comprometida?"



Luciano Pupo: "Se a senhora quer colocar neste esquema, especificamente em relação à ioga, sim."





Em outro trecho da reunião, a assistente social Heloá Bueno, também do Palmeiras, afirma que a proposta da reunião seria incluir Luiza sem "ferir um direito dos demais alunos" —sem especificar qual direito seria este. "A inclusão é um direito individual que está dentro de um espaço que sempre vai ser coletivo, na coletividade. Assim como a Luiza tem os direitos garantidos pela Lei de Inclusão, as outras pessoas que estão ao redor também são pessoas que podem requerer o seu direito", afirma.





A Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência esclarece que discriminação em razão da deficiência é "toda forma de distinção, restrição ou exclusão, por ação ou omissão, que tenha o propósito ou o efeito de prejudicar, impedir ou anular o reconhecimento ou o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais da pessoa com deficiência, incluindo a recusa de adaptações razoáveis e de fornecimento de tecnologias assistivas".





No processo que corre no TJ-SP, Silvia Carneiro pede à Justiça que o Palmeiras disponibilize para a filha "todas as atividades esportivas facultadas às pessoas sem deficiência, principalmente, mas não se limitando à prática de ioga e pilates", arcando com os custos da adaptação estrutural e de profissionais aptos, sob pena de multa. Também requer indenização de R$ 150 mil por danos morais.





O Palmeiras apresentou contestação na semana passada, na qual alega ser "um ambiente seguro, amigável e inclusivo". O clube afirma que a reunião de fevereiro de 2020 teria o intuito de "verificar a melhor forma de inclusão de Luiza nas atividades do clube" e que Silvia Carneiro entendeu errado o que os profissionais do clube diziam —uma "errônea interpretação com relação aos pontos tratados na reunião".





O que dizem as partes?



Em contato com o UOL, o advogado de Silvia e Luiza, Nelson Winandy, afirma que a ação tem importância não apenas individual, mas também coletiva. "Se o Palmeiras for condenado a uma indenização alta, outros clubes já vão se antecipar para se adaptar agora, antes que isso aconteça também com eles. É importante para a Luiza, do ponto de vista individual, fazer as atividades que são seguras para ela sem ser discriminada, mas também é importante para todas as pessoas com deficiência", defende.





Oficialmente, o Palmeiras não comenta casos que estão correndo na Justiça. Em contato com o UOL, o clube defendeu que a reunião não teve o objetivo de excluir Luíza das atividades. A presença de Heloá Bueno e Luciano Pupo foi justificada como forma de dar assistência a Silvia e Luiza.







Por fim, o clube lembra que um boletim de ocorrência foi feito e um inquérito policial foi instaurado por causa da reunião de fevereiro, mas o Ministério Público do Estado de São Paulo o arquivou por concluir não ser o caso de uma persecução penal.



#palmeiras #verdao #alviverde #socia #discriminacao #clube



LEIA TAMBÉM: Galatasaray prepara oferta para Felipe Melo encerrar carreira na Turquia



E MAIS: Com mais opções, Palmeiras trabalha por evolução defensiva até a Libertadores





E MAIS: Com Libertadores e venda de Viña, Palmeiras alcança superávit até agosto, veja os valores










912 visitas - Fonte: Uol Esportes

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Danilo Souza     

Porque que peste de mídia não fala mais nada dos 10 mortos la na base dos mulambos?

Nilson da Sul     

Eu sou deficiente e não sei o porque o deficiente não tratado com dignidade que pessoa necessita essa é a verdade

Nilson da Sul     

Eu que deficiente sei que no Palmeiras o tratamento é diferente não sei porque

Gente querendo dinheiro facil, olha como o palmeiras trata o Nicolas e sua mãe Silvia

Roberto Tolin     

Eae cambada de fdp? Imprensa de merda, sempre plantando polêmicas. O que isso tem a ver com futebol???

Ta dificil de viver em paz hoje em dia...não pode isso...não pode aquilo...é muito mimimi....

Jesus Candido     

So uma pergunta..se a aluna ou socia nao tem conduções de fazer determinado exercício e os professores dizem que vao colocar ela em uma outra parte..isto e descriminação??descriminação ao meu ponto de vista seria se ela tivesse o minimo de condiçoes de fazer todos os exercicios e nao deixassem ela fazer..ai sim seria descriminação...

NÃO PODEMOS ESQUECER TAMBÉM DO GABRIEL MENINO , GABRIEL VERON E RENAN POIS OS 3 TEM PROBLEMAS AUTOMOTORA NAS PERNAS, UMA ATRAPAIA A OUTRA

Carlos Santos     

O Palmeiras não discrimina pessoas com deficiência, senão Mayke, Deyverson, Luan e outros não estariam no clube.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Seg - 21:30 - Allianz Parque - Premiere
Palmeiras
Sport

Último jogo - Brasileiro

Qua - 19:00 - Castelão
Ceará
1 2
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
1 Atletico-MG
2 Flamengo
3 Palmeiras
4 Fortaleza EC
5 RB Bragantino
6 Corinthians
7 Internacional
8 Fluminense
9 Cuiaba
10 Atletico Paranaense
11 Atletico Goianiense
12 São Paulo
13 America Mineiro
14 Ceará
15 Santos
16 Bahia
17 Juventude
18 Sport Recife
19 Grêmio
20 Chapecoense-sc
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
56 26 17 5 4 42 19 23 VEVVD
46 24 14 4 6 46 21 25 VEVVE
46 27 14 4 9 40 33 7 DDEVV
45 27 13 6 8 35 30 5 DVDVV
42 26 10 12 4 42 31 11 EEVVE
40 27 10 10 7 28 24 4 EVDVD
39 26 10 9 7 34 27 7 DEVVD
36 26 9 9 8 25 27 -2 VDEDV
35 27 7 14 6 26 26 0 DEEVE
34 26 10 4 12 32 33 -1 DVDED
34 26 8 10 8 22 24 -2 VDEDV
34 27 7 13 7 22 26 -4 EEEEV
32 27 7 11 9 25 29 -4 VVEDE
31 26 6 13 7 25 29 -4 EDEED
29 26 6 11 9 23 32 -9 DEVDE
28 26 7 7 12 28 38 -10 DDVEE
28 27 6 10 11 27 36 -9 EDEDD
27 27 6 9 12 14 22 -8 VVVDE
26 25 7 5 13 23 30 -7 DEDDV
13 27 1 10 16 24 46 -22 EEDED
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Ituano
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 6 5 1 15 7 8 VVEEE
21 12 6 3 3 18 10 8 DDVVV
19 12 5 4 3 17 12 5 VEDED
13 12 4 1 7 10 14 -4 DVVDD
Untitled Document
Classificação
1 Palmeiras
2 Defensa Y Justicia
3 Independiente Del Valle
4 Universitario
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD