24/11/2021 14:26

Wesley se destaca entre os reservas e deve ser opção para Abel Ferreira na final

Autor do gol que abriu o placar para o Palmeiras no empate por 2 a 2 contra o Atlético-MG, na noite de ontem (23), o atacante Wesley fez bom proveito da chance dada por Abel Ferreira aos reservas alviverdes, que começaram o jogo no Allianz Parque, e foi o destaque da partida. Sem atuar como titular há dez partidas, desde 9 de outubro, contra o Red Bull Bragantino, o camisa 11 estava sendo pouco utilizado no Brasileirão.



Contra o Galo, o atacante se movimentou bem, deu trabalho para a defesa e teve sua atuação coroada com um belo tento, seu quarto no Campeonato Brasileiro: aos 27 minutos de jogo, ele foi acionado na área, deu um corte seco em Guga e chutou no canto de Everson, sem chances para o goleiro.


Em 78 minutos em campo, segundo a plataforma SofaScore, Wesley também deu um passe decisivo, acertou duas das três finalizações que tentou, deu dois dribles certos, ganhou seis de nove duelos por baixo e fez um desarme. Com nota 7,4, foi eleito o melhor em campo, bem como pelos comentaristas do UOL Esporte.


A boa atuação diante pelo time reserva palmeirense contra o líder da Série A colocou em evidência um atleta pouco aproveitado pela comissão técnica nos últimos dois meses. Desde o seu último jogo entre os 11 iniciais, ante o Bragantino, Wesley entrou na segunda etapa em cinco partidas e sequer foi utilizado em outras quatro, além de não atuar por suspensão em um confronto.


Com moral pela partida diante do Atlético, o atacante ganha espaço para a decisão da Copa Libertadores, podendo ser aproveitado por Abel no segundo tempo, uma vez que o ataque deve contar com Dudu e Rony entre os titulares.


Representando o treinador português, que esteva suspenso, o auxiliar-técnico João Martins foi perguntado durante a entrevista coletiva sobre se algum atleta se destacou contra o Galo para o duelo de sábado (27), em Montevidéu, contra o Flamengo. No entanto, Martins desconversou e elogiou o elenco.


"Todos estão comprometidos para o jogo de sábado, e é muito bom. Temos quatro dias para trabalhar. Todos estão comprometidos, vão trabalhar e se preparar para dar o melhor para a equipe, nem que seja para apoiar os colegas que vão atuar", afirmou o auxiliar.


Reservas palmeirenses se superam contra o líder

Se o prognóstico para o confronto no Allianz Parque não animava a torcida palmeirense, o que se viu em campo foi diferente. A equipe entraria com o time reserva, como fizera no clássico contra o São Paulo, perdido por 2 a 0, para, dessa vez, enfrentar o Atlético-MG, líder do Brasileirão com folgas.


Porém, o time comandado por João Martins fez uma partida disputada contra os atleticanos, com superioridade em diversos momentos da partida, estando à frente do placar em duas oportunidades. Primeiro, quando o duelo ainda estava mais truncado do que jogado, o Palmeiras foi mais eficiente e abriu o placar com Wesley. Poucos minutos depois, o Galo empatou com Zaracho.


A etapa final continuou com o mesmo cenário: as duas equipes buscando o segundo gol, e mais uma vez os donos da casa marcaram antes. No escanteio seguinte ao pênalti bem defendido por Everson, em chute de Patrick de Paula, o próprio volante cruzou aberto e Deyverson, sozinho, se aproveitou de falha do goleiro para marcar aos 11 minutos.


O empate do time mineiro mais uma vez não demorou. Aos 15, Hulk recebeu a bola ajeitada por Nathan e acertou um chutaço para marcar o segundo do Atlético.


Ainda que o time de Cuca insistisse, buscando o terceiro gol para se aproximar da chance de título, o duelo continuou franco e quase os palmeirenses marcaram o terceiro. Aos 35, Victor Luiz recebeu de Breno Lopes e, livre, desperdiçou uma chance clara.


Além de Wesley, outros nomes que se apresentaram bem foram Gabriel Menino, que atuou pelo meio, Marcos Rocha, com atuação segura, e Patrick de Paula. Apesar do pênalti perdido, o jovem volante fez boa partida e deu assistência para Deyverson, que também se destacou, marcar o segundo gol.


Após dois resultados decepcionantes - o Choque-Rei perdido pelos reservas e a derrota dos titulares para o Fortaleza -, a paridade apresentada pelos suplentes diante da melhor equipe da Série A foi uma mostra de força do elenco palmeirense às vésperas da final da Libertadores.


Também cabe lembrar que, há pouco mais de um mês, após a derrota por 4 a 2 para o Bragantino, Abel Ferreira havia posto o Galo, bem como o Flamengo, em um patamar acima do Verdão. "Tenho que ser realista, não posso vender sonhos. Quando se vê um Atlético-MG fortíssimo, sem facilitar nada e um Flamengo também fortíssimo... Nós estamos em um mau momento", disse o português após aquele revés.


Com a injeção de ânimo após o desempenho diante do líder do Brasileirão, o Palmeiras parte agora para a final da Libertadores, no sábado, às 17h, contra o Flamengo.



A equipe que sair com o título do Estádio Centenário, em Montevidéu, se sagrará tricampeã da maior competição da América do Sul.

#palmeiras #verdao #alviverde #wesley #abelferreira



VEJA TAMBÉM
- Palmeiras é o visitante que mais venceu em Itaquera
- “Não ganhamos nada”, diz Abel mantendo cautela no Brasileirão
- Confira os números do Palmeiras em clássicos na atual temporada

LEIA TAMBÉM: Barcelona observará joia Endrick em torneio na França


E MAIS: No Brasileirão, Palmeiras vai buscar título inédito na era Abel Ferreira

E MAIS: Comissão técnica do Palmeiras pediu a manutenção de jovens da base













720 visitas - Fonte: Uol Esportes

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Wesley joga muito

Roberto Tolin     

AVANTE PALESTRA....TODOS SOMOS UM.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Libertadores

Qua - 21:30 - Allianz Parque -
X
Palmeiras
Atletico-MG

Brasileiro

Dom - 16:00 - Allianz Parque
3 X 0
Palmeiras
Goiás