19/4/2017 14:23

Apoio da torcida e vitórias na Libertadores viram motivação para o Palmeiras

Edu Dracena cita jogos marcantes contra Jorge Wilstermann e Peñarol e repete discurso dos palmeirenses na internet: "É até o apito final"

Edu Dracena diz que time e torcida têm que acreditar até o fim (Foto: Marcos Ribolli)

O torcedor do Palmeiras tem se acostumado com partidas emocionantes em 2017. E a expectativa do time é que o duelo do próximo sábado contra a Ponte Preta, pela volta das semifinais do Campeonato Paulista, seja mais um na galeria de vitórias eletrizantes nesta temporada.

Para isso se tornar realidade, a experiência do Verdão na Libertadores e o apoio da torcida são considerados fundamentais para a recuperação no Paulistão.

Como mandantes na competição continental, os palmeirenses precisaram ter paciência para confirmar as vitórias sobre o Jorge Wilstermann (aos 50 minutos do segundo tempo) e Peñarol (aos 54 minutos da segunda etapa).

– Esse time já mostrou que o torcedor pode acreditar até o final. Meu lema é nunca desistir, jamais. E o do Palmeiras é nesse caminho também. É até o apito final. Pode ter certeza de que nós, jogadores, vamos fazer o melhor e totalmente diferente do que fizemos nesse jogo contra a Ponte Preta. Vamos fazer com que o nosso torcedor, que já comprou mais de 30 mil ingressos, possa sair do estádio feliz e contente por tudo o que estamos apresentando e vamos apresentar – afirmou o zagueiro Edu Dracena, em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, na Academia de Futebol.

Mesmo com o placar de 3 a 0 a favor da Ponte Preta no jogo de ida, a tendência é que o duelo da volta, marcado para 19h do próximo sábado, conte com grande presença dos torcedores –

Na internet, palmeirenses criaram a campanha #AtéoApitoFinalPalmeiras. O apoio da arquibancada é um ânimo a mais para o elenco na luta pela recuperação e classificação no Campeonato Paulista.

– A receita é ganhar, independente se é no início ou no final. Eu acredito que o Palmeiras vai entrar focado e concentrado para jogar os 90 minutos. O jogo não vai se decidir no primeiro minuto, mas pode se decidir no último minuto, como já decidiu várias vezes na Libertadores. Por isso é que o torcedor ficou dez minutos a mais nos últimos dois jogos de Libertadores cantando o hino – disse Dracena, que disse ter recebido apoio dos torcedores nos dois dias de folga que o elenco teve no início da semana.

– Vamos lutar e brigar até o final. No futebol tudo pode acontecer. Hoje eu acredito muito no Palmeiras, na torcida, que vai fazer uma diferença muito grande. Eles vão ser essenciais para conseguirmos a classificação porque eles contaminam o time – completou o zagueiro.

A derrota por 3 a 0 no jogo de ida obriga o Palmeiras a vencer a Ponte Preta por quatro gols de diferença para avançar diretamente à decisão do Campeonato Paulista. Um triunfo alviverde por três gols de diferença leva o confronto para as cobranças de pênaltis.


6801 visitas - Fonte: Globo Esporte

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Jorge Vicentini     

drssena ta na ora de ir pro banco contra penharol e.ponte nao jogo bm. ora d VUgo .

Celio Flavio     

vamos entrar com força máxima como fizemos no novorizontino,força palmeras nada impossível hora da vira o jogo

A torcida sempre apoiou o time, basta ver o estádio. Agora o jogador precisa corresponder em campo. As derrotas são inevitáveis, mas tem que suar a camisa. Assim o torcedor bate no peito, meu time perdeu, mas jogou muita bola.

Attilio Bellini     

Tchau Tche no banco Palmeiras 4 a 0

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias