17/5/2018 12:11

Verdão transforma vaias em apoio e sobra na Libertadores

Vitória contra o Junior Barranquilla pode ajudar a acalmar os ânimos da torcida do Verdão

Ajoelhados, Borja e Willian comemoram um dos gols do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

Classificado de forma antecipada na Libertadores, o Palmeiras resolveu poupar a maioria dos seus titulares no jogo da última quarta-feira, contra o Junior Barranquilla, em casa – apenas Borja e Dudu foram aproveitados. Era o cenário ideal para uma partida com clima de cumprir tabela. Mas não...



Após mais uma derrota para o Corinthians, no fim de semana, dessa vez pelo Brasileirão, e pressão da torcida, o jogo contra os colombianos ganhou uma importância maior. E, além de ter ajudado o Boca a classificar como segundo do grupo, deu ao Palmeiras a primeira colocação geral dessa fase.

Os donos da casa entraram pressionados. Antes mesmo do pontapé inicial, Roger Machado foi "convidado" a deixar o clube em gritos da principal organizada do Verdão. A resposta do restante do estádio foi uma vaia aos torcedores, o que indicava certa paciência dos palmeirenses com a equipe.

O problema é que o time não acompanhou o voto de confiança da arquibancada. Na primeira etapa, o Junior Barranquilla teve boas chances para abrir o placar e obrigou Fernando Prass a fazer três importantes defesas que evitaram um placar desfavorável.

No ataque, o Verdão até teve boa movimentação em alguns lances, principalmente com Guerra como principal articulador. Faltou o último passe ou a finalização com mais eficiência, como Dudu desperdiçou em boa triangulação com Borja no fim da primeira etapa.

Se no começo da partida a vaia do estádio era para conter os protestos da organizada, ao término da primeira etapa foi quase que geral. Um claro saldo dos tropeços em sequência no Dérbi e não pelos números do time palmeirense na temporada.

O clima desfavorável durou até pouco depois do primeiro gol de Borja. O atacante, inclusive, olhou para a arquibancada antes de ir abraçar Roger Machado no banco em um voto de confiança do grupo ao treinador. Na Colômbia, ele já não havia comemorado com muita empolgação em respeito ao Junior, seu time de infância e de seus familiares.

O que selou a paz entre time e torcida foi um dos principais ídolos da torcida: Fernando Prass. O goleiro já havia se destacado na primeira etapa, com duas defesas importantes, mas foi fundamental aos 10 minutos, quando defendeu cobrança de pênalti de Barrera. A partir dali, tudo mudou, com direito a mais dois gols de Borja e muitos aplausos na saída de campo do camisa 9.

Com descanso aos principais titulares, o Palmeiras cumpriu seu papel e fechou a Libertadores com a melhor campanha geral de toda a fase de grupos. Um resultado que, na teoria, deve fazer o time voltar a conviver com mais tranquilidade na Academia de Futebol e assim conseguir focar no Brasileiro até a Copa do Mundo.

A Libertadores será assunto somente no dia 4 de junho, quando os confrontos das oitavas de final serão sorteados na sede da Conmebol, no Paraguai. Com 16 pontos em 18 disputados, o Verdão sobrou no chamado "Grupo da Morte" e deu até força para o tradicional Boca Juniors avançar de fase.

1092 visitas - Fonte: Globo Esporte

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nossa agora está tudo bem esqueceram de contratar zagueiro centroavante. Quando o jogo for pra valer e tvier que ganhar no mata mata o borja perde 3 gols o Antônio Carlos entrega 1. Zagueiro já.

sendo muito sincero: ontem eu quase saí na porrada com uma turminha de 4 ou 5 que estavam no Gol Sul só xingando e enchendo o saco do Roger, Dudu e Borja. Da próxima vez vou partir pra porrada sem perguntar mais nada. Dois amigos disseram que vão junto comigo. Estamos de saco cheio desses amendoins que vão ao estádio só pra perturbar a vida dos outros

gabriel silva     

VOCÊ QUE ESTÁ CANSADO DE TER POUCA PROGRAMAÇÃO DE TVV ASSSINATURA E NÃO CONCORDA COM OS VALORES COBRADOS
FAÇO LIBERAÇÃO E DIMINUÍMOS O VALOR DA CONTA
PARA TODO BRASIL
WHATZSAP 11962751796

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias