9/10/2018 09:26

Meio-campista de Felipão: Moisés se firma sendo volante ou armador

Camisa 10 ficou mais minutos em campo nas 19 partidas neste retorno do treinador ao Palmeiras

Luiz Felipe Scolari tem alternado os times que jogam as competições de mata-mata e o Campeonato Brasileiro, mas, nas duas formações, o meio-campo parece ter um dono: Moisés. O jogador tem atuado como armador e volante e é o quatro mais utilizado desde a reestreia do técnico no Palmeiras, sendo o nome do setor com mais minutos em campo com o técnico.


O camisa 10 esteve em 16 das 19 partidas nessa atual era Felipão, sendo 12 como titular: iniciou contra América-MG, Botafogo, Inter, Atlético-PR e São Paulo, pelo Brasileiro, os dois jogos contra Cerro Porteño e Colo-Colo, pela Libertadores, e Cruzeiro, pela Copa do Brasil, e a volta diante do Bahia, também pela Copa do Brasil, e entrou durante os duelos diante de Vasco, Vitória, Corinthians e Cruzeiro, todos pelo Brasileiro. Não foi utilizado somente nos confrontos ante Chapecoense, Bahia e Sport, também pelo Brasileiro.

Na contagem de minutos em campo, apenas três jogadores superam os 1227 de Moisés com o treinador (incluindo o jogo contra o Bahia, pelo Brasileiro, no qual o técnico cumpriu suspensão e o auxiliar Paulo Turra comandou o time: o goleiro Weverton (1521 minutos), o lateral-direito Mayke (1279) e o atacante Dudu (1251). Em número de jogos, os 16 de Moisés só são menores do que os 17 de Bruno Henrique, com o camisa 10 empatando com os 16 de Weverton.

No esquema com um trio no meio-campo, Scolari apostou mais em Moisés como armador, como ocorreu 12 vezes: como titular diante de Botafogo, Inter e Atlético-PR, pelo Brasileiro, e nos dois jogos contra Cerro Porteño e Colo-Colo, na Libertadores, e Cruzeiro, na Copa do Brasil, além da volta ante o Bahia, na Copa do Brasil, e saindo do banco contra Vasco e Cruzeiro, pelo Brasileiro.

Como volante, o camisa 10 só foi escalado contra América-MG e São Paulo, como titular, e saindo da reserva diante de Vitória e Corinthians. Mas é atuando mais recuado (como jogou frequentemente sob o comando de Cuca na conquista do Brasileiro de 2016) que o meio-campista prefere.

- É a posição em que mais gosto de jogar. Sempre falei: jogo como meia, não tem problema nenhum, mas a posição em que me sinto mais à vontade é de segundo volante, um pouco mais recuado. Jogar assim, para mim, não é surpresa nenhuma porque é como me sinto muito bem - disse o jogador, elogiando o treinador pela capacidade de surpreender o adversário com mudanças de posicionamento.

- Às vezes, uma coisa pequena que vai alterar pode ajudar. O Felipão tem sido feliz nisso, méritos para ele e a comissão técnica. E temos que valorizar o trabalho tático que a equipe vem desempenhando. A cada jogo, muda uma situação ou outra. Mais uma vez, fomos muito bem. É continuar nesse ritmo., com todos se ajudando para, no final, a gente poder comemorar.

Como meia ou volante, Moisés é uma das opções para o Palmeiras que enfrenta o Grêmio neste domingo, no Pacaembu (o Allianz Parque não está à disposição porque receberá um festival de música neste fim de semana). Diante da dificuldade do adversário, quinto colocado do Brasileiro, e a falta de compromissos do Palmeiras no meio das duas próximas semanas, é bem provável que o camisa 10 jogue. Nem que seja saindo do banco.

1332 visitas - Fonte: Lance

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Ele é Grosso fraco.

Janpierre Gomes     

Cara Bruno Henrique joga muito mas na minha opinião o meio de campo do Palmeiras é esse que jogou contra o são Paulo com Moisés de segundo volante com Lucas Lima na armação das jogadas o time rende mas não sei a opinião de vocês

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias