23/4/2019 16:01

Palmeiras comemora tempo sem jogo para Felipão trabalhar alternativas

Eliminado nas semifinais do Campeonato Paulista, time não entra em campo há duas semanas, mas se sente mais preparado para disputar Libertadores e Brasileiro

Na quinta-feira, quando entrar em campo para enfrentar o Melgar, no Peru, pela Libertadores, o Palmeiras encerrará um período de 15 dias sem jogo. Desde o começo desse tempo, logo após a vitória por 3 a 0 sobre o colombiano Junior Barranquilla, no dia 10, o elenco falou do benefício que seria para o técnico Luiz Felipe Scolari buscar alternativas. E, segundo contou o goleiro Weverton em entrevista coletiva nesta terça-feira, foi o que aconteceu.



- Ter dez, 12, 13 dias para trabalhar é, realmente, muito raro. Foram dias de muito trabalho e proveito para nós e para o Felipão também, para trabalhar coisas que não tinha tempo para trabalhar e o sistema que pensa em implantar. Isso só daria para fazer com tempo, e acabamos tendo esse tempo. Foi um momento muito bom, com todos bem preparados e descansados para encarar a maratona que vem pela frente - afirmou o camisa 21.



O Verdão defende que não é justo receber tantas críticas pelo nível das atuações do atual campeão brasileiro em 2019 - o time foi eliminado nas semifinais do Campeonato Paulista, nos pênaltis, mas terminou a competição com a melhor campanha, pontuando mais do que os finalistas, e é vice-líder de sua chave na Libertadores.

A busca por variações de jogo é considerada uma evolução interessante para o resto da temporada. Inclusive, porque, com o começo do Campeonato Brasileiro, e uma agenda mais apertada até a parada dos jogos por conta da Copa América, em junho, a alternância de escalações adotada por Felipão vai se intensificar. A sensação é de que o elenco já está mais pronto para o rodízio.

Weverton atendeu aos jornalistas antes de a equipe viajar, ainda nesta terça-feira, para o Peru - na quinta-feira, às 23h (horário de Brasília), pela quinta e penúltima rodada do Grupo F da Libertadores, joga buscando o ponto que falta para se garantir nas oitavas de final do torneio continental. O goleiro, entretanto, admite que é estranho ficar tanto tempo sem jogar.

- É diferente. Queremos sempre jogar. Mas vemos como é importante ter esse período para trabalhar. Quando jogamos quarta e sábado ou domingo, é mais na conversa e no vídeo do que, realmente, trabalhando no campo. Tivemos, realmente, bastante tempo para trabalhar. Fizemos boas semanas de trabalho e, com certeza, isso será importante - apostou o camisa 21.



Palmeiras, verdãp, Felipão, treino



LEIA TAMBÉM:Fabio Luciano, da ESPN, critica a postura de clubes brasileiros: 'Vocês estão entregando títulos para o Palmeiras'

654 visitas - Fonte: Lance

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Sergio Oliveira     

Que todos os times e nos torcedores ja conhecemos? Kkkk ta virando piada .

Drausio Filho     

Tenho minhas dúvidas..vamos ver??

Com Filipão não tem todos treinadores já conhecem e nos jogos decisivos conseguem neutralizar o palmeiras com muita facilidade.

Segundo o Kleber(gladiador), em 2012 os treinamentos do feLIXÃO eram somente chuveirinho na área. Hoje é chutão, chutão e mais chutão. Vamos ver, se, nesses quinze dias os treinos foram diferentes?

Rudy Silva     

Mais tempo? Felipão esta no comando desde o ano passado, ele ainda não tem alternativas com um elenco tão numeroso assim. Ja era para estarmos jogando o fino da bola a muito tempo, ta na hora de colocar essa turma para soar a camisa em campo, mostrar garra. Perder faz parte, mas perder com jogador andando em campo é testar a paciência da torcida.

José Candido     

O Felipão não sabe o que é esquema tático padrão de jogo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias