22/7/2021 08:09

O que mudou? Mudanças de Abel ao elenco trouxeram recorde, classificação e liderança

No sábado (24), completa-se um mês que o presidente Mauricio Galiotte veio a público lamentar as reclamações do técnico Abel Ferreira sobre a falta de reforços no Palmeiras. Coincidentemente, ou não, nesta sexta-feira (23), completa-se também exatamente um mês que o Palmeiras foi derrotado pela última vez —3 a 1 para o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista, pelo Campeonato Brasileiro.



De lá para cá, foram oito vitórias em oito jogos: Bahia, em casa; Inter, fora; Sport, fora; Grêmio, em casa; Santos, em casa; Universidad Católica, fora; Atlético-GO, fora; e novamente a Católica, em casa.

Mas o Palmeiras não conseguiu apenas os bons resultados. O time subiu de produção desde aquele jogo no interior de São Paulo, e muito por conta de o treinador ter abandonado alguns dogmas pessoais e garimpado soluções caseiras dentro do elenco —algumas inusitadas— para suprir as necessidades do time. Se não lhe deram reforços, Abel foi encontrá-los dentro do grupo, com criatividade.

Abel deu fim à formação com três zagueiros
Abel ainda recorre à saída em tripé para iniciar jogadas, mas já não escala três jogadores para fazer função de zagueiro, como era praxe na época da derrota para o Bragantino. Na partida seguinte a esse último resultado negativo, aliás —vitória por 3 a 2 sobre o Bahia— ele já foi com dois jogadores no miolo da zaga: Luan e Kuscevic.

Danilo e Zé Rafael se tornaram a dupla titular de volantes
Dos oito jogos que o Palmeiras fez depois da derrota para o Bragantino, Zé Rafael e Danilo foram titulares em seis. Contra o Bahia, ele iniciou com Danilo e Danilo Barbosa. E, contra o Atlético-GO, Danilo foi poupado e Patrick de Paula começou a partida. Abel não economiza elogios aos jogadores. Após vencer o Atlético-GO, ele disse: "O Zé Rafael é um exemplo. Tenho que tirar o chapéu para ele". E após classificar o time para as quartas da Libertadores, disse que a dupla forma "um bom casal" e fez quase um apelo à diretoria para que Danilo não seja negociado.

Escalou Deyverson e moldou o time para aproveitar suas características
Com Luiz Adriano e Rony sofrendo com lesões, Abel Ferreira não se furtou de utilizar Deyverson, um atacante que ele não pediu e que caiu de paraquedas no seu elenco. Como Deyverson tem características bem diferentes da dupla que brilhou em 2020, o técnico passou a explorar os lançamentos no meio-campo para o atacante disputar as jogadas pelo alto, além de passar a intensificar as jogadas aéreas com bola rolando, buscando o cabeceio de Deyverson.



Fixou Felipe Melo na zaga e lhe deu mais minutos
Assim como Zé Rafael de volante, Felipe Melo zagueiro foi uma criação de Vanderlei Luxemburgo. Mas é com Abel que o capitão melhor se encontrou na posição. Desde a expulsão de Kuscevic contra o Internacional, e com a lesão recorrente de Luan, Felipe tem sido titular do time com frequência —Sport, Santos, Atlético-GO e no segundo jogo contra a Universidad Católica, além de entrar em quase todos os demais jogos. Sempre com bom rendimento. Nem mesmo a controvérsia após a vitória contra o Grêmio, quando Melo cobrou ao microfone da TV Globo uma reunião para que Mauricio Galiotte confirmasse o que Anderson Barros lhe dissera, quanto à não.

Encontrou lugares para Scarpa e Raphael Veiga
Scarpa impôs sua escalação como titular, e isso acabou fazendo com que Veiga tardasse um pouco para encontrar um novo espaço, tendo de dividir o setor de criação. Os números demonstraram que o revezamento no meio estava impedindo que os dois brilhassem ao mesmo tempo. Mas a partir de Palmeiras x Grêmio, o técnico decidiu dar a faixa da direita do ataque para Veiga, que passou a atuar como um ponta por dentro —ou seja, um jogador que não vai à linha de fundo, mas vem da ponta para o centro para participar das jogadas. E o futebol de Veiga voltou a aparecer muito positivamente.



Sem Viña, apostou em Renan, barrou Victor Luis e posiciona Scarpa pelo lado
Antes mesmo da indefinição atual quanto à quase certa ida de Viña para a Roma (ITA), o técnico ficou um bom tempo sem poder escalar o uruguaio, por conta da Copa América. neste ínterim, inicialmente, Victor Luis vinha sendo o titular na lateral esquerda. Mas Victor caiu muito de rendimento. E então Abel lançou mão de Renan. No sub-20, o zagueiro canhoto também atuava pelo setor. Desde o jogo contra o Internacional, se não teve Viña, Abel escalou Renan. Mas como o camisa 3 não é tão forte no ataque, Abel reforçou o setor com as caídas de Scarpa por ali. Em dupla com Wesley, Scarpa fez diversas jogadas.



LEIA TAMBÉM: Após sondagem, Palmeiras recusa oferta de clube dos Estados Unidos por Wesley




1218 visitas - Fonte: UOL

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Carlos Rodrigues     

Penso que o Abel está certo em definir um time e um esquema para cada tipo de jogo! E olha que o time assimilou isso! Para mim, so nos falta um matador! Por mais esforçado que ele seja, o Deiverson não pode ser o titular!! Borja ou Luis Adriano teriam feitos dois gols no jogo ontem! O Deiverson perdeu um gol sem goleiro e a 5 metros do gol escancarado!! Carlão Perobal PR

O time esta bem, nem tenha ainda alcançado oseu auge, temos por vezes algumas dificuldades em jogos mas estamos conseguindo as vitórias, creio que, assim como eu, para muitos aqui essa classificação rumo as semifinais da Libertadores frente ao SPFC seha uma questão quase que pessoal, estive presente nas 3 desclassificações em 94/05/06 e estou com essa bosta de clube entalado na garganta e não espero outra coisa senão a vitória, nem vamos pensar em penalt1is pois já foram 4 derrotas (mundial de clubes, recopa, superc copa do br e paulista), está na hora de diminuirmos isso na história e seguirmos firmes e confiantes para o tri campeonato e participar e talvez ganhar mais um mundial, ainda sobre os penaltis: Abel: treine, treine, treine e muito essa rapaziada para os penais caso venha a ocorrer #AVANTIPALESTRA

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Sáb - 19:00 - Allianz Parque -
Palmeiras
Fluminense

Último jogo - Libertadores

Qua - 19:15 - Alianz Parque
Palmeiras
1 0
Universidad Catolica
Untitled Document
Classificação
1 Palmeiras
2 Atletico-MG
3 Fortaleza EC
4 Bragantino
5 Atletico Paranaense
6 Flamengo
7 Ceará
8 Bahia
9 Fluminense
10 Santos
11 Atletico Goianiense
12 Corinthians
13 Internacional
14 Juventude
15 Cuiaba
16 São Paulo
17 Sport Recife
18 America Mineiro
19 Grêmio
20 Chapecoense-sc
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
28 12 9 1 2 24 12 12 VVVVV
25 12 8 1 3 16 10 6 VVVVV
24 12 7 3 2 20 9 11 VDVVV
24 12 6 6 0 24 15 9 EVEEE
20 11 6 2 3 19 12 7 VVDED
18 10 6 0 4 17 9 8 VDDVV
18 12 4 6 2 14 12 2 EVEEV
17 12 5 2 5 18 19 -1 DVVDD
17 12 4 5 3 10 11 -1 DVEVD
16 12 4 4 4 15 15 0 EDVDE
15 12 4 3 5 10 14 -4 VEEDD
14 12 3 5 4 9 10 -1 EEVDD
14 12 3 5 4 11 16 -5 DEDEV
13 12 3 4 5 8 14 -6 VDDED
12 11 2 6 3 12 14 -2 DEEVV
11 12 2 5 5 8 12 -4 EDVVD
10 12 2 4 6 7 11 -4 EDEDV
9 12 2 3 7 9 17 -8 VVDDD
6 10 1 3 6 5 12 -7 DDDEV
4 12 0 4 8 11 23 -12 DDDDD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Ituano
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 6 5 1 15 7 8 VVEEE
21 12 6 3 3 18 10 8 DDVVV
19 12 5 4 3 17 12 5 VEDED
13 12 4 1 7 10 14 -4 DVVDD
Untitled Document
Classificação
1 Palmeiras
2 Defensa Y Justicia
3 Independiente Del Valle
4 Universitario
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD