26/11/2021 11:04

[LIBERTADORES] Relembre os momentos que moldaram a alma copeira do Palmeiras

Verdão jogará neste sábado sua sexta final do torneio sul-americano

Com 21 participações na Libertadores e às vésperas de disputar a final pela sexta vez, o Palmeiras criou uma história de vitórias, grandes jogos, ídolos importantes e superação em jogos válidos pela principal competição de clubes da América do Sul.



Em busca do terceiro título sul-americano, o Verdão enfrenta o Flamengo neste sábado, às 17h, no estádio Centenário, no Uruguai, para decidir a edição de 2021. Será uma chance para comprovar sua alma copeira, uma mística construída em episódios como estes que relembramos abaixo.


Defesa que ninguém passa

A partida contra o Rosario Central, válida pela fase de grupos da Libertadores de 2016, foi marcante pelo domínio que os palmeirenses sofreram durante quase os 90 minutos do confronto. E por terem, mesmo assim, vencido por 2 a 0.


Os argentinos dominaram amplamente o confronto e tiveram chances importantes desperdiçadas. A principal delas em cobrança de pênalti de Marco Ruben defendida por Fernando Prass.


O goleiro, aliás, foi um dos grandes destaques do Verdão naquele dia e manteve uma tradição palmeirense de ter a posição valorizada em jogos da competição sul-americana.


Antes de Prass, Marcos já havia se consolidado como ídolo do clube nas campanhas de 1999 e 2000. O eterno camisa 12 do Verdão foi fundamental no primeiro título e ajudou a construir uma imagem vencedora do clube nas disputas de mata-mata.


Na edição passada, Weverton foi um dos líderes do elenco na conquista contra o Santos e já havia sido importante nos jogos contra Libertad e River Plate.




Emoção e briga contra uruguaios

Finalistas da Libertadores de 1961 e rivais nas oitavas de 2000, Palmeiras e Peñarol ficaram no mesmo grupo na edição de 2017. Os dois confrontos, em São Paulo e em Montevidéu, foram marcados por emoção, gols e confusão.



No Allianz Parque, o Verdão venceu por 3 a 2 com direito a gol aos 54 minutos do segundo tempo, marcado por Fabiano. Antes, muita provocação, reclamações e até acusações – Felipe Melo disse ter sido chamado de macaco por um adversário.


No Uruguai, mais uma vitória palmeirense por 3 a 2, depois de os donos da casa terem largado na frente com dois gols na primeira etapa. A grande confusão ocorreu no fim da partida.




No clube, as campanhas de 2016 e 2017 causaram frustração na parte esportiva, mas são vistas como importantes para experiência do grupo contra adversários de fora do país e também com o estilo de arbitragem sul-americana. A ideia de "jogar sempre a Libertadores" deu resultado.


Vitória contra os principais rivais

Quem assistir aos lances das partidas do Palmeiras contra São Paulo, nas quartas de final, ou contra o Atlético-MG, na semifinal, vai ver um gesto ser muito repetido por Abel Ferreira.


Na beira do gramado, o português levou a mão à cabeça algumas vezes pedindo controle emocional aos atletas. Ou para manter a concentração depois de Raphael Veiga abrir o placar do Choque-Rei disputado no Allianz Parque ou após o Atlético-MG sair na frente no jogo do Mineirão.


Se no Brasileirão faltou foco ao grupo por diversas vezes, o espírito de dedicação sobrou na competição sul-americana. E o histórico contra os rivais locais pode ajudar.



Em 1999 e 2000, o Palmeiras eliminou duas vezes o Corinthians da Libertadores. No ano passado, foi a vez de o Santos ser superado pelo time alviverde.


O último tabu caiu justamente nesta temporada, contra o São Paulo. Depois de um retrospecto negativo, com eliminações nos mata-matas de 1994, 2005 e 2006, os palmeirenses deram o troco e venceram os tricolores por 3 a 0.




Recorde como visitante

Se em 1999 o Palmeiras usou muito o Palestra Italia como fator de desequilíbrio para reverter a vantagem dos adversários no mata-mata – saiu perdendo na semifinal e na final –, o momento atual é diferente.


Com 15 jogos de invencibilidade como visitante, o Verdão é dono hoje da maior série sem perder fora de casa da história da Libertadores.


A única derrota na campanha de 2020 foi contra o River Plate, no Allianz Parque. A última vez em que o Verdão foi derrotado longe de São Paulo foi em abril de 2019 – vitória do San Lorenzo por 1 a 0 em Buenos Aires.



Classificações contra "favoritos"

Campeão da Libertadores em 1998, o Vasco estreou na edição de 1999 somente nas oitavas de final, contra o Palmeiras. Depois de um empate no Palestra Italia por 1 a 1, dependia de uma vitória simples em casa para avançar.


Em São Januário, os donos da casa abriram o placar no início do confronto, mas, com grandes atuações de Alex, Paulo Nunes e Arce, o Verdão venceu por 4 a 2 e encerrou uma série de jogos dos cariocas sem derrota no estádio.


Depois de passar pelo Corinthians nas quartas, o duelo semifinal foi contra o River Plate da Argentina, na época com Gallardo como meia e jogadores como Bonano, Sorin, Saviola e Aimar. A resposta palmeirense ao resultado contrário de 1 a 0 no jogo de ida foi forte: 3 a 0 com sobras no Palestra.


Na semifinal da temporada passada, disputada em janeiro deste ano, o cenário era mais favorável ao River Plate. O time comandado por Marcelo Gallardo vinha de um título em 2018 e um vice de 2019 até enfrentar o Verdão.



O placar de 3 a 0 se repetiu, mas desta vez em Buenos Aires. Os palmeirenses administraram, e sofreram bastante, também, no jogo de volta para avançar à decisão mesmo com derrota por 2 a 0.



A edição de 2021 teve um cenário semelhante. Na semifinal, o Atlético-MG, líder com sobra do Brasileirão, foi apontado como favorito até pelos palmeirenses. O resultado: 0 a 0 no Allianz Parque, 1 a 1 no Mineirão e vaga para o Verdão.

#palmeiras #verdao #alviverde #copeiro #libertadores



VEJA TAMBÉM
- Palmeiras inicia 2022 com time 'camaleão', tendo Piquerez como curinga
- Leitores do Verdão Web podem ganhar R$5 em cada vitória do Palmeiras com o código VERDAOWEB
- Patrick de Paula vaza nova camisa do Palmeiras para a temporada; veja o vídeo

LEIA TAMBÉM: Fifa adia inscrições para o Mundial de Clubes, e Palmeiras ganha tempo por reforços


E MAIS: Gigantes da Europa travam "guerra fria" por Endrick, joia do Palmeiras

E MAIS: Abel terá reunião no Palmeiras, e projeta revezamento no elenco até o Mundial


CEBOLINHA NO FLAMENGO OU PALMEIRAS? LISTA PRO MUNDIAL; DIEGO COSTA VEM HJ? ANDREAS: MICHAEL E MAIS









1035 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Palmeiras

Notícias de contratações do Palmeiras
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou .

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Qui - 21:30 - Allianz Parque - Premiere
Palmeiras
Ceará

Último jogo - Brasileiro

Qui - 21:30 - Allianz Parque
Palmeiras
1 0
Ceará
Untitled Document
Classificação
1 Atletico-MG
2 Flamengo
3 Palmeiras
4 Fortaleza EC
5 Corinthians
6 RB Bragantino
7 Fluminense
8 America Mineiro
9 Atletico Goianiense
10 Santos
11 Ceará
12 Internacional
13 São Paulo
14 Atletico Paranaense
15 Cuiaba
16 Juventude
17 Grêmio
18 Bahia
19 Sport Recife
20 Chapecoense-sc
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
84 38 26 6 6 67 34 33 EVVVD
71 38 21 8 9 69 36 33 EVEDD
66 38 20 6 12 58 43 15 DEVEV
58 38 17 7 14 44 45 -1 VDVDV
57 38 15 12 11 40 36 4 VDVED
56 38 14 14 10 55 46 9 DEDDV
54 38 15 9 14 38 38 0 VVDDV
53 38 13 14 11 41 37 4 DEVEV
53 38 13 14 11 33 36 -3 EVVVV
50 38 12 14 12 35 40 -5 DVEVE
50 38 11 17 10 39 38 1 EVDED
48 38 12 12 14 44 42 2 DDEDD
48 38 11 15 12 31 39 -8 EVDVD
47 38 13 8 17 41 45 -4 EDVEE
47 38 10 17 11 34 37 -3 EDDVE
46 38 11 13 14 36 44 -8 EVDDV
43 38 12 7 19 44 51 -7 EDVEV
43 38 11 10 17 42 51 -9 VDDVD
38 38 9 11 18 24 37 -13 VDEVE
15 38 1 12 25 27 67 -40 DDDDD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Palmeiras
3 Novorizontino
4 Ituano
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 6 5 1 15 7 8 VVEEE
21 12 6 3 3 18 10 8 DDVVV
19 12 5 4 3 17 12 5 VEDED
13 12 4 1 7 10 14 -4 DVVDD
Untitled Document
Classificação
1 Palmeiras
2 Defensa Y Justicia
3 Independiente Del Valle
4 Universitario
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD